Futebol brasileiro

Os 8 clubes brasileiros que já conquistaram a Recopa Sul-Americana

Fabio Utz
Flamengo foi campeão diante do Del Valle em 2020
Flamengo foi campeão diante do Del Valle em 2020 / Bruna Prado/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Recopa Sul-Americana de 2022 começará a ser decidida nesta quarta-feira (23). Athletico-PR e Palmeiras fazem o primeiro dos dois jogos que apontará um inédito campeão da disputa. É hora, então, de voltar um pouco no tempo e conhecer os oito clubes brasileiros que já detêm este troféu. Como curiosidade, as conquistas sempre vieram depois de um título de Libertadores.

1. São Paulo

O São Paulo tem dois títulos da Recopa. O primeiro foi conquistado em 1993, em Belo Horizonte, após dois empates sem gols com o Cruzeiro (campeão da Supercopa no ano anterior) e vitória por 4 a 2 nos pênaltis. Em 1994, o Tricolor voltou a erguer o troféu aplicando 3 a 1 no Botafogo (então campeão da Conmebol) em Kobe, no Japão.

2. Grêmio

Grêmio Final Recopa 2018 Independiente Marcelo Grohe Geromel Renato Portaluppi
Tricolor ganhou pela última vez em 2018 / NELSON ALMEIDA/GettyImages

O Grêmio também é bicampeão da Recopa, e as duas conquistas foram em cima do Independiente. Em 1996, aplicou 4 a 1 em Kobe, no Japão, no então campeão da Supercopa. Em 2018, precisou dois pênaltis após dois empates (1 a 1 e 0 a 0) para ganhar por 5 a 4 do vencedor da Sul-Americana do ano anterior e dar a volta olímpica na Arena, em Porto Alegre.

3. Cruzeiro

Em 1998, foi a vez do Cruzeiro ficar com a taça. Venceu as duas partidas contra o Rver Plate (2 a 0 e 3 a 0), sendo a segunda em Buenos Aires, para deixar pelo caminho o campeão da Supercopa e fazer a festa.

4. Internacional

Inter Internacional Recopa Campeão 2011 Independiente
Segundo troféu do Inter foi conquistado em 2011 / JEFFERSON BERNARDES/GettyImages

O Colorado é mais um bicampeão da Recopa. Em 2007, passou pelo Pachuca. Perdeu o jogo de ida por 2 a 1, mas aplicou 4 a 0 no Beira-Rio e não deu chances ao campeão da Sul-Americana. Quatro anos depois, em 2011, o rival foi o Independiente, que também vinha do título da Sul-Americana. Após derrota por 2 a 1 fora, fez 3 a 1 em casa e ficou com a taça.

5. Santos

Santos Campeão Recopa 2012 Final Universidad de Chile Neymar
Peixe não deu chances para a Universidad de Chile / AFP/GettyImages

O Peixe garantiu o troféu de 2012 superando a Universidad de Chile, equipe campeã da Sul-Americana do ano anterior. Empatou em 0 a 0 em Santiago, mas ganhou por 2 a 0 diante do seu torcedor e comemorou o título.

6. Corinthians

Corinthians Campeão Recopa 2013 Final São Paulo Cássio Ralf
Timão superou o São Paulo em dois jogos / AFP/GettyImages

Na única final entre brasileiros da história, o Timão levou a melhor diante do São Paulo, campeão da Sul-Americana, em 2013. Ganhou as duas partidas - 2 a 1 e 2 a 0 - e não deu chance a um de seus maiores rivais.

7. Atlético-MG

Atlético Mineiro Campeão Recopa 2014 Lanús
Galo passou sufoco, mas superou o Lanús / Eduardo Efrain/GettyImages

O Galo deu a volta olímpica em 2014. A decisão da Recopa foi diante do Lanús, campeão da Sul-Americana do ano anterior, e o time brasileiro abriu vantagem fora de casa ganhando por 1 a 0. Na volta, porém, foi preciso uma prorrogação. Os argentinos venceram no tempo normal por 3 a 2, mas o Atlético-MG virou no tempo extra para 4 a 3.

8. Flamengo

Everton Ribeiro Recopa Flamengo Campeão 2020
Time carioca foi o último brasileiro a erguer o troféu da Recopa / Buda Mendes/GettyImages

O Mengão ganhou a Recopa de 2020 diante do Independiente del Valle, do Equador. No duelo de ida, os vencedores da Sul-Americana até seguraram o 2 a 2 em casa, mas no Rio de Janeiro a equipe carioca aplicou 3 a 0 e garantiu a conquista.

facebooktwitterreddit