Os 6 melhores momentos da carreira de Iker Casillas

Nathália Almeida
Real Madrid v Athletico Madrid - UEFA Champions League Final
Real Madrid v Athletico Madrid - UEFA Champions League Final / Ian MacNicol/Getty Images
facebooktwitterreddit

Após celebramos o aniversário de um dos grandes meio-campistas deste século, Andrea Pirlo, na última terça-feira (19), chegou a vez de comemorarmos os 39 anos de um dos maiores goleiros da história contemporânea do futebol: Iker Casillas. Campeão de tudo e sempre como peça-chave nos troféus que conquistou, o espanhol pode se orgulhar de ter construído uma carreira sem asteriscos, consolidando-se como ídolo do clube que o revelou e referência para sua nação. Em tributo a Iker em seu dia, relembramos 6 dos momentos mais especiais de sua jornada como atleta. Confira:


1. A estreia profissional pelo Real Madrid

Spanish goalkeeper of Real Madrid Iker Casillas ju
Spanish goalkeeper of Real Madrid Iker Casillas ju / JACQUES DEMARTHON/Getty Images

Revelado nas categorias de base do Real Madrid, Casillas foi relacionado pela primeira vez para uma partida com a equipe principal em 1997, ainda com 16 anos. Mas a primeira oportunidade dentro das quatro linhas só viria dois anos depois, no dia 12 de setembro de 1999, em um duelo contra o Athletic Bilbao em San Mamés. Era o começo de uma longa e vitoriosa trajetória.


2. O status de 'garoto de ouro' e a primeira Champions

Foot Real-Madrid / Anderlecht
Foot Real-Madrid / Anderlecht / Tim de Waele/Getty Images

Com muita personalidade, Iker foi ganhando espaço gradualmente no gigante da capital, começando a receber mais oportunidades como titular da meta madridista. O teste de fogo viria em um contexto de enorme pressão, a final da Champions de 1999/00 contra o Valencia: Bodo Ilgner não vinha bem e Casillas acabou iniciando a partida, tornando-se o mais jovem goleiro a disputar uma decisão europeia (19 anos e 4 dias). Sagrou-se campeão e foi eleito como 'revelação do ano' na Espanha.


3. A decisão contra o Bayer Leverkusen em 2002

Iker Casillas of Real Madrid
Iker Casillas of Real Madrid / Phil Cole/Getty Images

Isso de ter sangue frio para finais e ser altamente decisivo nos momentos de grande pressão se tornaria uma constante na carreira do goleiro espanhol. Predestinado a fazer história, Casillas repetiu o enredo da Champions de 1999/00 duas temporadas depois, na final de 2001/02 contra o Bayer Leverkusen: iniciou como opção no banco de reservas, entrou no decorrer do jogo para substituir o titular por lesão e foi fundamental para a vitória por 2 a 1, com defesas espetaculares.


4. Protagonismo na 'era dourada' da Fúria: a Copa de 2010

Netherlands v Spain: 2010 FIFA World Cup Final
Netherlands v Spain: 2010 FIFA World Cup Final / Jasper Juinen/Getty Images

Casillas já tinha deixado há muito o posto de revelação em ascensão e já era um dos grandes goleiros do futebol mundial quando experimentou, pela primeira vez, a glória de erguer uma taça com a camisa de seu país: a Eurocopa de 2008. A bela campanha no torneio continental seria a prévia do que a Espanha faria nos anos seguintes, em especial em 2010, quando conquistou o mundo pela primeira vez com uma campanha espetacular. O arqueiro espanhol foi nada menos que brilhante no Mundial da África do Sul, inclusive fazendo a 'defesa do título' ao parar Robben cara a cara, no momento em que a decisão contra a Holanda ainda estava empatada em 0 a 0.

5. La Décima

Real Madrid v Atletico de Madrid - UEFA Champions League Final
Real Madrid v Atletico de Madrid - UEFA Champions League Final / Michael Regan/Getty Images

Parece surreal, mas o Real experimentou um período de 'seca europeia' que frustrava intensamente o clube e seus torcedores. Do título em 2001/02 contra o Bayer Leverkusen - sobre o qual já falamos anteriormente -, o gigante da capital espanhola só voltaria a copar a 'Orelhuda' em 2013/14, doze anos depois, enfim alcançando a tão sonhada La Décima. Era o tricampeão europeu de Iker Casillas como goleiro merengue, essa com a faixa de capitão no braço.


6. Uma nova jornada, também vitoriosa

FC Porto v Desportivo das Aves - Portuguese Super Cup
FC Porto v Desportivo das Aves - Portuguese Super Cup / Carlos Rodrigues/Getty Images

Em uma decisão que causou espanto e surpresa a muitos, Iker e Real partiram caminhos em meados de 2015, uma temporada após o clube merengue firmar a contratação do costarriquenho Keylor Navas. O destino do espanhol foi o Porto, que o acolheu com o justo e merecido status de lenda viva. Tão logo virou titular e referência, experimentando em 2017/18 algo que lhe era comum, mas ao mesmo inédito: sagrou-se campeão nacional, mas desta vez vestindo uma nova camisa.


facebooktwitterreddit