Os 50 melhores jogadores da história do Barcelona

Antonio Mota
Denis Doyle/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Barcelona é um dos maiores clubes do planeta e por lá passaram várias das maiores estrelas do futebol mundial, como Maradona, Johan Cruyff, Ronaldinho Gaúcho e, claro, Lionel Messi. Centenário, o clube culé tem uma lista praticamente infinita de craques e ídolos, mas, considerando conquistas, peso para a história do time, talento, títulos, marcas e muito mais, separamos os 50 melhores atletas que já vestiram o manto catalão. Confira na lista abaixo:   

Nota: os dados históricos deste ranking foram coletados do FC Barcelona.

50. Ivan Rakitić

David Ramos/Getty Images

Embora não seja um dos mais talentosos da lista e tenha deixado o Camp Nou de forma “não amigável”, Rakitić atuou em alto nível por seis anos no Barcelona e merece muita consideração dos culés. Lá, ele conquistou incríveis 16 taças, incluindo uma Champions League e quatro La Liga.

49. Salvador Sadurní

Dono da meta do Barça por 16 temporadas (1960/1976 – ano de sua aposentadoria), Sadurní vai ficar para sempre na história do Barcelona, sendo um dos maiores goleiros do clube de todos os tempos. Em seu período na equipe, o paredão conquistou uma La Liga e ainda três Copas do Rei.

48. Quini

LLUIS GENE/Getty Images

O renomado centroavante Quini, nascido Enrique Castro González, atuou quatro temporadas no Barcelona e foi fundamental para cinco conquistas do time na década de 1980: duas Copas do Rei, uma Supercopa da Espanha, uma Copa da Liga Espanhola e uma ‘Taça das Taças’.

47. Josep Maria Fusté

Ídolo, Fusté defendeu o Barcelona durante uma década (1962/1972). Neste período, ele disputou 406 partidas e marcou 117 gols. Além disso, o meia-atacante ainda foi o motor do time nas conquistas de três Copas do Rei e de uma Fairs Cup.

46. Joan Gamper

Membro fundador do Barcelona, em 1899, Gamper tem ótimos números com a camisa catalã: 48 partidas e 100 gols. Porém, o maior destaque dele fica por conta de tudo o que ele fez pela instituição, que foi desde o gramado até a presidência. Inclusive, há uma competição em sua homenagem: o Troféu Joan Gamper.

45. Estanislao Basora

Um dos maiores atacantes da história do futebol espanhol, Basora construiu a maior parte de sua carreira no Barcelona. Lá, o “Monstro de Colombes” se imortalizou com troféus, velocidade e muita habilidade. Além disso, ele fez parte do temido e multicampeão ataque formado por: ele, Kubala, César, Moreno e Manchón. Craque!

44. Éric Abidal

Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images

Embora não tenha sido formado na La Masia, Abidal criou um laço tão forte com o Barcelona que parecia que ele nunca havia vestido outra camisa. Ídolo, o meio-campista conquistou tudo e mais um pouco (16 troféus) com o manto culé, incluindo duas Champions League e quatro La Liga.

43. Carles Comamala

Sucessor de Gamper, Comamala conseguiu ter números ainda mais significantes do que do amigo suíço. Ao todo, em oito temporadas, ele disputou 154 partidas e marcou 172 gols. Além disso, ele ainda conquistou 7 títulos.

42. Deco

Jasper Juinen/Getty Images

Dono de um talento fora do normal, Deco foi uma das cabeças do Barcelona entre 2004 e 2008. Neste período, o meio-campista trouxe cinco taças ao Camp Nou, incluindo uma Champions League. Cabe lembrar que ele acompanhou de perto o surgimento de Messi.

41. Txiki Begiristain

Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images

Elegante e talentoso, Aitor 'Txiki' Begiristain conquistou o carinho dos torcedores do Barcelona com simplicidade e muita qualidade técnica. Ele também foi peça-chave do “Dream Team” entre o final da década de 1980 e boa parte dos anos 1990, sendo um dos líderes do grupo e um dos responsáveis pela conquista de 12 taças da equipe catalã.

40. Sándor Kocsis

Keystone/Getty Images

Eterna referência do futebol húngaro e catalão, Kocsis foi crucial para o sucesso do Barça entre os anos 1958 e 1966. Lá, o “Cabeça de Ouro” se destacou pelo cabeceio preciso, pelo chute letal e também pela facilidade que tinha no um contra um. Ele também participou diretamente da conquista de seis títulos do clube.

39. Zoltán Czibor

STAFF/Getty Images

Outro húngaro ligado eternamente ao Barcelona: Zoltán Czibor. Craque, o ponta-esquerda era um dos integrantes do poderoso time catalão da década de 1950, o qual tinha ainda Ramallets, Luis Suárez e Evaristo. Juntos, eles trouxeram vários troféus ao Camp Nou.

38. Andoni Zubizarreta

Harold Cunningham/Getty Images

Goleiro do “Dream Team” de Cruyff, Zubizarreta atuou por oito anos no Barcelona e levantou 13 taças, incluindo uma Champions League e quatro La Liga. Sem dúvidas, o paredão é não só um dos maiores arqueiros da história do Barça, mas também do futebol espanhol.

37. Pedro

Chris Brunskill/Getty Images

Cria da La Masia, Pedro está longe do patamar dos atletas mais talentosos e importantes do Barcelona. Porém, ainda assim, ele tem o seu mérito e merece ser reconhecido, sobretudo pela participação que teve em algumas das grandes conquistas da história do clube, como em três Champions League.

36. José Mari Bakero

Simon Bruty/Getty Images

Membro do Barcelona de Cruyff, Bakero foi, para muitos, o coração do lendário “Dream Team”. Ídolo, o versátil meio-campista ergueu 14 troféus com a camisa catalã, incluindo uma Champions League. Além disso, ele também foi o protagonista de um dos gols mais significativos da história da equipe, o qual garantiu o time vivo na briga pela Orelhuda de 1991/92.

35. Johan Neeskens

VI-Images/Getty Images

O renomado Neekens chegou ao Barcelona em 1974, vindo do Ajax, e ficou até 1979. Ao longo desses anos, ele conquistou ‘apenas’ duas taças, mas o seu legado ficou para sempre no clube culé.

34. Javier Mascherano

Michael Regan/Getty Images

Líder, Mascherano atuou em alto nível no Barcelona por oito temporadas. Neste período, ele foi fundamental para o clube conquistar absurdos 19 troféus, incluindo duas Champions League e quatro La Liga. Vale destacar a versatilidade e o tanto que ele entregou ao time, sobretudo sob comando de Guardiola.

33. Patrick Kluivert

Ben Radford/Getty Images

O holandês Kluivert teve uma passagem bastante irregular no Barcelona. Porém, entre altos e baixos, ele conseguiu mostrar seus serviços e também marcou a história, sendo peça-chave para a conquista da La Liga 1998/99. Ídolo, ele foi ventilado para assumir o comando técnico da equipe antes de Ronald Koeman, mas os rumores não se confirmaram.

32. David Villa

Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Artilheiro, Villa atuou no Barcelona por três temporadas (2010/13) e foi crucial para o time em várias competições, especialmente na Champions League 2010/11, em que marcou na final contra o Manchester United e ajudou a equipe a ficar com mais uma Orelhuda.

31. Luis Enrique

Getty Images/Getty Images

Após o sucesso no Real Madrid, Luis Enrique não se intimidou e aceitou um grande desafio: brilhar, também, pelo arquirrival Barcelona. Lá, onde ficou por oito temporadas, ele conquistou seis títulos e se tornou um dos ícones do clube entre meados da década de 1990 e começo dos anos 2000.

30. Luís Figo

Etsuo Hara/Getty Images

É verdade que trocar o Camp Nou pelo Santiago Bernabéu arranhou a imagem de Figo no Barcelona, no entanto, nada vai apagar o que ele fez pela instituição. Em cinco temporadas na Catalunha, o português conquistou sete títulos e deu os primeiros passos para se tornar um dos melhores de sua geração.

29. Romário

Chris Cole/Getty Images

Embora tenha ficado apenas duas temporadas no Barcelona (1993/1995), Romário soube deixar sua marca. Neste curto período, o Baixinho disputou 84 partidas e marcou 53 tentos pelo clube, além de ter conquistado uma La Liga e uma Supercopa da Espanha. Inclusive, até hoje, há quem lembre de seus dribles e estilo na Espanha.

28. Carles Rexach

LLUIS GENE/Getty Images

Homem de um clube só, o talentoso meia-atacante Rexach defendeu o Barcelona por 16 temporadas (1965/81). Ao todo, o ídolo catalão disputou 672 partidas, marcou 221 tentos e levantou 7 taças com a camisa culé.

27. Hristo Stoichkov

Mike Hewitt/Getty Images

Melhor búlgaro de todos os tempos, Stoichkov teve uma longa e vitoriosa trajetória no Barcelona. Em sete temporadas, o artilheiro conquistou 17 títulos e foi um dos grandes nomes do icônico ‘Dream Team’ de Cruyff. Além disso, ele também ganhou uma Bola de Ouro com o manto catalão.

26. Antoni Ramallets

J. Wilds/Getty Images

O goleiro Ramallets sem dúvidas marcou época no Barcelona. Ídolo, o espanhol foi o dono da meta catalã de 1947 até 1962, sendo um dos líderes do esquadrão. Rápido, ágil e inteligente, o arqueiro ergueu 18 troféus e disputou 546 partidas pelo time.

25. Samuel Eto'o

Jasper Juinen/Getty Images

O Barcelona errou feiamente ao “dispensar” o goleador Eto’o. Destaque do clube entre 2004 e 2009, o camaronês fez cinco grandes temporadas no Camp Nou, conquistando 11 taças – incluindo duas Champions League – e encantando o mundo ao lado de Ronaldinho e companhia.

24. Luis Suárez

Central Press/Getty Images

Apelidado de “O Arquiteto” pelo lendário Di Stéfano, devido à sua capacidade de pensar e projetar o jogo, Luis Suárez brilhou com a camisa do Barcelona entre 1954 e 1961. Ao longo desse período, o meio-campista levantou 6 taças e ainda foi eleito o Bola de Ouro de 1960, sendo o primeiro e único espanhol a conquistar o prêmio.

23. Michael Laudrup

Shaun Botterill/Getty Images

O artilheiro Laudrup precisou de apenas cinco temporadas (1989/94) no Camp Nou para se eternizar na história do Barcelona. Neste período, o ídolo conquistou 11 títulos e despontou como um dos grandes nomes de sua época. Cabe destacar que ele deixou o time rumo ao Real Madrid, o que causou muita polêmica.

22. Ronald Koeman

Shaun Botterill/Getty Images

O holandês Ronald Koeman tem uma longa relação com o Barcelona. Atual treinador do clube, o ex-zagueiro também representou o time em sua época de jogador, quando foi um dos destaques do ‘Dream Team’ (1989/1995), sendo conhecido pela liderança, pela segurança defensiva e também pelos gols.

21. Paulino Alcántara

Estrela dos anos de 1910, o letal Alcántara foi o primeiro atleta do Barcelona a chamar atenção da mídia. Com o faro de gol apurado, ele marcou 395 tentos em 399 partidas pelo clube – números que o garantiram por várias décadas como o maior artilheiro da história do time. Além disso, o filipino também ergueu 15 troféus com a camisa grená.

20. Ronaldo

Claudio Villa/Getty Images

Ronaldo iniciou o “Projeto Fenômeno” no Barcelona, clube que defendeu apenas na temporada 1996/97. Em um ano, o camisa 9 disputou 49 jogos e marcou 47 tentos pelo clube. Com estes feitos, além de três títulos, o brasileiro foi eleito o Melhor do Mundo da FIFA.

19. Víctor Valdés

Alex Livesey/Getty Images

Ao lado de Ramallets, Valdés é tido com um dos maiores goleiros da história do Barcelona. Em 12 anos de casa, de 2002 a 2014, o arqueiro foi o dono absoluto da posição e engrenagem indispensável para a conquista de 21 taças, dentre elas três Champions League.

18. Diego Armando Maradona

JOEL ROBINE/Getty Images

Um dos maiores jogadores da história do futebol mundial, Maradona não decolou no Barcelona, mas foi lá que ele deu os seus primeiros passos no Velho Continente e que explodiu para o planeta. Gênio, o camisa 10 ficou apenas duas temporadas no Camp Nou, mas já foi o suficiente para mostrar o seu talento surreal. Lá, ele também ganhou três títulos e em 75 partidas marcou 45 gols.

17. Neymar

PAU BARRENA/Getty Images

Cria do Santos, Neymar chegou ao Barça para ser um dos melhores do mundo, e não decepcionou. Ao lado de Lionel Messi e Suárez, o brasileiro formou um dos ataques mais temidos da Europa e um dos mais encantadores da história da bola. Inclusive, foi com ele que o time blaugrano conseguiu sua última taça de Champions League.

Cabe lembrar que o camisa 10 do Paris Saint-Germain ainda pode voltar ao Camp Nou no futuro e se tornar ainda mais importante para a história do clube.

16. Migueli

Atrás apenas do gigante Puyol, Migueli deixou os gramados como um dos melhores zagueiros da história do Barcelona. Em 15 anos no Camp Nou, o defensor atuou em 668 partidas e levantou 11 taças. Uma lenda!

15. Gerard Piqué

Maja Hitij/Getty Images

Cria da La Masia, Piqué atuou por Manchester United e Zaragoza antes de emplacar no Barcelona. Desde o seu regresso, em 2008, o zagueiro se firmou como uma das referências da era moderna de glórias da equipe catalã e também como uma das lendas do clube. Ao todo, ele tem 30 títulos pelo time, incluindo três Champions League.

14. Sergio Busquets

Aitor Alcalde/Getty Images

Busquets pode não ser craque, no sentido habitual da palavra, mas é um baita jogador e fez muito bem ao Barcelona nos últimos 12 anos. Desde sua estreia, em 2008, ele assumiu o meio de campo da equipe e se tornou um dos pilares do Camp Nou.

13. César Rodríguez

Artilheiro nato e extraordinário, Rodríguez impactou o mundo com seu jeito de jogar entre o início da década de 1940 e metade dos anos 1950. Com grande poder de finalização, ele marcou 304 tentos em 456 partidas pelo Barça e, durante várias décadas, foi o maior goleador do clube.

12. Rivaldo

CHRISTOPHE SIMON/Getty Images

Depois de se destacar no Deportivo La Coruña, Rivaldo foi contratado pelo Barcelona para substituir o centroavante Ronaldo, que havia sido negociado com a Inter de Milão. Craque, o brasileiro correspondeu e, em cinco temporadas, foi protagonista de várias conquistas. Ele também ganhou uma Bola de Ouro em seus tempos na Catalunha.

11. Josep Samitier

Técnico, letal, inteligente e habilidoso, Samitier foi um dos nomes mais emblemáticos do Barcelona entre o final da década 1910 e início dos anos 1930. Inclusive, devido à sua popularidade, o clube precisou se mudar para um espaço maior e para isso construiu o ‘Les Corts’. Em alta, o atacante ainda trouxe 17 troféus para os catalães.

10. Dani Alves

David Ramos/Getty Images

Aposta de Pep Guardiola, Dani Alves chegou ao Barcelona, vindo do Sevilla, em 2008, e logo mostrou que se imortalizaria com o manto grená. Em oito temporadas (até 2016), o lateral conquistou 23 títulos e se tornou uma das referências da posição. Hoje, no São Paulo, ele ainda é lembrado na Catalunha.

9. Pep Guardiola

Alessandro Sabattini/Getty Images

Discípulo de Johan Cruyff, Guardiola ficou seis anos nas categorias de base antes de chegar ao profissional do Barcelona. Já no grupo principal, o ex-meio-campista foi peça-chave no ‘Dream Team’, participando de várias conquistas e momentos de glória do clube.

8. Luis Suárez

Alex Caparros/Getty Images

Embora tenha tido uma saída aquém do seu tamanho, Luis Suárez faz parte do grupo de superestrelas do Barcelona e isso nunca vai mudar. Em seis anos na Catalunha, o uruguaio foi uma das referências da equipe e nome importante em várias campanhas vitoriosas (13), dentre elas a da Champions League 2014/15. Ao todo, ele disputou 283 jogos e marcou 195 tentos pelo time.

7. Carles Puyol

David Ramos/Getty Images

Líder, amado e admirado por companheiros e rivais, Puyol defendeu apenas um escudo em toda a sua carreira: o do Barcelona, onde esteve por 15 anos. Lá, ele conquistou tudo e muito mais. Uma verdadeira bandeira culé!

6. Andrés Iniesta

David Ramos/Getty Images

Com dribles, visão de jogo e muita qualidade, Iniesta foi um dos motores do Barcelona em boa parte do século XXI. Ao todo, o meio-campista dedicou 16 anos de sua vida ao clube e, ao lado de Xavi, Messi e outros, tornou o time ainda maior. Neste período, ele trouxe mais de 30 títulos ao Camp Nou, incluindo quatro Champions League.

5. Johan Cruyff

VI-Images/Getty Images

Cruyff foi não só um dos melhores jogadores do Barcelona e do futebol mundial, mas também o grande pensar do popular “DNA Blaugrano”. Gênio, o holandês foi o cérebro por trás de uma das maiores reformulações do time e do mundo da bola. Vale lembrar que ele conquistou três Bolas de Ouro com o manto grená.

4. Ronaldinho

LLUIS GENE/Getty Images

Quem nunca ouviu a brincadeira de que Ronaldinho fundou o Barcelona? Bom, no papel, não foi o que aconteceu, no entanto, na prática, foi algo parecido. Afinal, não há como falar nos tempos modernos do Barça e não lembrar do camisa 10. Contratado em 2003 junto ao PSG, o Bruxo mudou o patamar da equipe, conquistou títulos de peso e o principal: peitou o arquirrival Real Madrid.

3. László Kubala

Angel Martinez/Getty Images

Lenda do “Time das Cinco Copas”, Kubala foi fundamental para o sucesso do Barcelona nos anos 1950. Inclusive, sem espaço no Les Corts, o clube se viu obrigado a construir um novo estádio para atender a todos que queriam ver os talentos do craque húngaro e foi daí que surgiu o Camp Nou. Em mais de uma década na Catalunha, o monstro disputou 357 partidas, marcou 281 tentos e conquistou 14 títulos.

2. Xavi Hernández

David Ramos/Getty Images

Símbolo do Barcelona, Xavi utilizou o uniforme catalão por 20 anos – incluindo os tempos nas categorias inferiores. Ao longo destas duas décadas, o meio-campista espanhol ajudou o clube a conquistar 25 troféus (profissionais) e ainda colocou o time em definitivo entre os maiores de todos os tempos. Um monstro sagrado!

1. Lionel Messi

David Ramos/Getty Images

Há algumas temporadas que não existe brecha para discussão: o melhor jogador da história do Barcelona – e, no mínimo, top-3 de todos os tempos do esporte – tem nome e sobrenome: Lionel Messi. Gênio, ET., deus, lenda, mito, super-humano, o camisa 10 é de outro mundo e é, com folga, o dono da coroa do Camp Nou. Afinal, desconsiderando os critérios “subjetivos”, o atacante de 33 anos detém o posto de maior artilheiro (635 gols, e contando); atleta com mais títulos (34 taças); segundo com mais partidas (733 jogo - até agora); jogador com mais participações e gols (27) no El Clasico e ainda vários outros recordes na La Liga, na Champions League e muito mais. Além disso, ele também conquistou seis vezes o prêmio de Melhor do Mundo da FIFA e mais seis vezes a Bola de Ouro (maior vencedor das duas premiações) com a camisa grená.

facebooktwitterreddit