Opinião

Os 5 problemas que racham o vestiário do PSG

Fabio Utz
Estrelas acabam por protagonizar briga de egos na França
Estrelas acabam por protagonizar briga de egos na França / Marcio Machado/GettyImages
facebooktwitterreddit

Que o Paris Saint-Germain tem um time estrelado, isso ninguém duvida. Ao conseguir reunir nomes como Neymar, Lionel Messi, Kylian Mbappé, Donnarumma, Marquinhos, Sergio Ramos entre outros, já está marcado na história. Encaminhou, com sobras, o título da Ligue 1 e está classificado às oitavas de final da Champions League.

No entanto, o vestiário é cheio de debates acalorados e briga de egos. Saiba, de acordo com o jornal L’Equipe, quais são os 5 principais problemas que afloram no Parque dos Príncipes. Nem tudo que reluz é ouro, e com PSG podemos ver que o ditado não falha.

1. Disputa por posição no gol

Gianluigi Donnarumma Goleiro PSG Paris Saint-Germain Vestiário
Donnarumma não é o goleiro mais admirado por Pochettino / John Berry/GettyImages

Donnarumma foi escolhido o melhor goleiro da última Eurocopa e acabou contratado sem custos pelo PSG. No entanto, isso aconteceu sem o aval do técnico Mauricio Pochettino, que sempre se mostrou contente com Navas. Existiria, até mesmo, um pacto de confiança entre eles para que o mais antigo jogasse partidas mais importantes. A comissão técnica optou por um rodízio, mas isso também não caiu bem pelos lados de Donnarumma. Isso, claro, mexe com o vestiário. Vá saber como é a relação entre os dois goleiros...

2. A (não) renovação de Mbappé

Kylian Mbappé Atacante PSG Paris Saint-Germain Vestiário
Atacante dificilmente seguirá no clube na próxima temporada europeia / John Berry/GettyImages

O vestiário do PSG estaria dividido entre franceses e sul-americanos/agregados. E Mbappé não gostaria de continuar vivendo essa instabilidade. Existe a expectativa de que assine um pré-contrato com o Real Madrid na virada do ano, e o clube já não tem muita esperança na continuidade do atacante.

3. Neymar e o que significa ter tantas estrelas juntas

Neymar PSG Paris Saint-Germain Vestiário
Brasileiro deixou de ser o grande astro do elenco / Marcio Machado/GettyImages

Neymar é conhecido por não ter muitos limites, e ao que tudo indica ele não está nada confortável com seu novo papel dentro do elenco. Lionel Messi, claro, virou a maior estrela da companhia, e Mbappé faz brilhar os olhos de todos. O PSG tem deixado de sancionar o brasileiro por alguns comportamentos - no início da temporada, por exemplo, ele não compareceu a um evento obrigatório com patrocinadores -, evitando assim que situações como esta ganhem repercussão na imprensa.

4. Os privilégios de alguns jogadores

Leandro Paredes Vestiário PSG Paris Saint-Germain
Paredes não participou de treino recente após festa de Messi / John Berry/GettyImages

Já houve um caso em que dois jogadores que integram o grupo de sul-americanos se recusaram a participar de um treino matinal (sem o aval da comissão técnica, claro) depois de terem ido a festas. Mais recentemente, Lionel Messi organizou uma festa para celebrar a conquista de mais uma Bola de Ouro. Alguns companheiros se fizeram presentes, e no outro dia Messi e Paredes não treinaram com o grupo por conta de problemas gástricos. Entre os jogadores franceses, há o pedido para que Leonardo e Pochettino tenham uma mão mais forte para combater esse tipo de situação.

5. O assunto Icardi-Wanda Nara

Mauro Icardi Wanda Nara Vestiário PSG
Atacante foi dispensado para resolver problemas conjugais / John Berry/GettyImages

No final de outubro, Icardi pediu dispensa de três dias ao PSG para colocar o casamento em ordem após o pedido de divórcio de Wanda Nara por infidelidade do argentino. O clube aceitou, o que causou desconforto nos companheiros, que ficaram sabendo que o atacante iria voar para a Itália para tentar reconquistar sua esposa.

facebooktwitterreddit