Futebol Internacional

Os 5 melhores treinadores da história da Seleção da Espanha

Antonio Mota
 Luis Aragonés marcou época à frente da Seleção Espanhola.
Luis Aragonés marcou época à frente da Seleção Espanhola. / Denis Doyle/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Seleção Espanhola não é mais tão temida como foi anos atrás, sobretudo durante o final da década de 2000 e começo dos anos de 2010. Contudo, sob comando de Luis Enrique, a Fúria se reergueu e reapareceu bem em importantes disputas, como na última Euro (2020-21) e na recente Liga das Nações.

Com esse gancho, o 90min Brasil decidiu elaborar o ranking dos 5 maiores treinadores da história da Espanha. Confira:

5. Julen Lopetegui (2016 - 2018)

Julen Lopetegui Espanha
Julen Lopetegui poderia ter ido mais longe na Espanha. / Juan Manuel Serrano Arce/GettyImages

Polêmica! Lopetegui é a surpresa no ranking dos cinco melhores treinadores da história da Espanha. Mas os números não metem. O treinador comandou a Fúria em 20 partidas entre 2016 e 2018 e não perdeu nenhuma vez, acumulando 14 vitórias e 6 empates.

O técnico, inclusive, poderia ter ido mais longe, mas acabou se envolvendo em uma polêmica com o Real Madrid – ele assinou com o clube ‘pelas costas’ do país – e sendo demitido pouco tempo antes da última Copa do Mundo.

4. Luis Enrique (2018-2019 / 2019 - presente)

Luis Enrique Espanha
Luis Enrique merece crédito na Espanha. / Pool/GettyImages

Embora não seja uma unanimidade, Luis Enrique tem os seus méritos e merece espaço na história da Seleção Espanhola. Em sua primeira passagem, o treinador comandou a Fúria em 10 partidas e saiu com um saldo extremamente positivo: 8 vitórias e duas derrotas – maior percentual de vitórias de todos os tempos de um técnico com mais de uma partida no esquadrão.

Agora, em sua segunda passagem, o treinador faz um trabalho delicado e de reconstrução, no qual tem liderado de forma ímpar uma transição geracional densa e complicada. Ele, sem dúvidas, faz um bom trabalho.

3. José Villalonga (1962 - 1966)

Jose Villalonga Espanha
Villalonga ganhou a primeira Euro da história da Espanha. / Central Press/GettyImages

Um nome bem mais antigo: José Villalonga. Grande nome da história da Espanha, o treinador não detém números tão firmes no comando do país – 22 partidas em quatro anos de trabalho, com 9 vitórias, 8 derrotas e 5 empates –, mas foi o responsável por uma das conquistas mais festejadas das histórias da nação: ele comandou a Fúria na conquista de sua primeira Euro, em 1964.

2. Luis Aragonés (2004 - 2008)

Luis Aragones
Luis Aragonés marcou seu nome na história da Espanha. / Denis Doyle/GettyImages

Luis Aragonés foi amado e odiado em seus tempos à frente da Seleção Espanhola. Firme, o treinador tomou decisões difíceis e pouco populares quando trabalhava na Seleção, mas tudo por um motivo: encontrar uma forma de tornar a Roja avassaladora. E assim o fez. O técnico aplicou o “tiki-taka” no país e deu início a mais gloriosa época da nação.

Com ele, a Espanha conquistou uma Euro e esboçou o caminho para se firmar como o país mais forte do mundo no futebol entre o final dos anos 2000 e início da década de 2010. Seus números também são expressivos: 54 jogos, 38 vitórias, 12 empates e apenas 4 derrotas.

1. Vicente del Bosque (2008 - 2016)

Vicente del Bosque Espanha
Vicente del Bosque conquistou o que nenhum outro treinador conseguiu com a Espanha. / Clive Mason/GettyImages

O melhor treinador da história da Espanha tem nome e sobrenome: Vicente del Bosque González. E muito por suas conquistas. Sob o seu comando, a Fúria conquistou uma Eurocopa – a terceira de sua história – e uma inédita Copa do Mundo. Os títulos e os números (86 vitórias em 114 partidas) o favorecem.

facebooktwitterreddit