Opinião

Os 5 maiores ídolos do São Paulo no século XXI

Bia Palumbo
Tricolores de diferentes gerações reunidos em uma só foto
Tricolores de diferentes gerações reunidos em uma só foto / NELSON ALMEIDA/GettyImages
facebooktwitterreddit

O início dos anos 2000 foi um dos períodos mais gloriosos em termos de conquistas na história do São Paulo. Além da Libertadores e do Mundial de 2005, o tricolor conseguiu o tricampeonato brasileiro entre 2006 e 2008, algo que não acontecia desde a Era Pelé (1961 a 1965).

Sendo assim, protagonistas desta época figuram na seleção que você confere a seguir. Há outros nomes também que mexem com o coração dos são-paulinos por serem formados no clube ou aqueles que construíram aos poucos essa relação com a torcida tricolor.

1. Rogério Ceni

O agora técnico acumula marcas expressivas na carreira: o maior goleiro artilheiro da história (131 gols), recorde de jogos pelo mesmo clube (1237, sendo 978 como capitão). Além disso, levantou títulos como bicampeão da Libertadores e Mundial (1993 e 2005), Copa Conmebol (1994), Campeonato Brasileiro (2006 a 2008) e Copa Sul-Americana (2012). Por essas e outras é considerado por alguns são-paulinos como o maior jogador da história do clube.

2. Luis Fabiano

Ele vestiu a 9 da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, mas antes e depois disso brilhou com a camisa tricolor. Ele é o maior artilheiro do São Paulo neste século - 212 gols em 352 jogos. Chamado de Fabuloso, é também o principal goleador do São Paulo na Era dos Pontos Corridos do Brasileirão, ou seja, desde 2003 balançou as redes 80 vezes em 143 partidas.

3. Lugano

FBL-BRAZIL-URUGUAY-SAO PAULO-LUGANO
Celeste e tricolor: uruguaio marcou13 gols em 219 jogos / MIGUEL SCHINCARIOL/GettyImages

O ex-zagueiro entrou na lista que reúne Darío Pereyra, Pablo Forlán e Pedro Rocha, representantes da relação íntima entre os uruguaios e o clube do Morumbi. A camisa 5 que ele usou foi escolhida por Arboleda, do atual elenco, justamente por entender o papel do ídolo no Morumbi. Lugano foi campeão paulista, da Libertadores e do Mundial em 2005 e brasileiro em 2006. A relação se estendeu até quando pendurou as chuteiras - trabalhou cerca de dois anos como superintendente de relações institucionais.

4. Aloísio Chulapa

Aloisio
Apelido de Chulapa é inspirado no maior artilheiro da história do São Paulo, Serginho / Koichi Kamoshida/GettyImages

O atacante que teve participação fundamental ao dar assistência para o gol do título mundial em 2005 depois se consolidou como um dos representantes do tricampeonato brasileiro entre 2006 e 2008. No total foram 23 gols em 124 jogos, além da irreverência e das juras de amor que fez ao clube e conquistaram a torcida são-paulina.

5. Lucas

Lucas Moura, Lucas Alfonso Orban
Atacante revelado em Cotia foi protagonista do título da Copa Sul-Americana de 2012 / Gabriel Rossi/GettyImages

Atualmente no Tottenham, o atacante se profissionalizou em 2010, mas dois anos depois que teve seu melhor desempenho no tricolor, quando foi campeão da Copa Sul-Americana em final polêmica diante do Tigre-ARG. O sucesso chamou atenção do PSG, que o contratou na sequência e ele ficou cinco temporadas na França até se mudar para a Inglaterra.

O lateral-direito Cicinho, o zagueiro Miranda, do atual elenco, os meio-campistas Hernanes, Mineiro e Kaká e o atacante Dagoberto são outros exemplos que poderiam estar nessa lista pela presença dentro de campo ou por representarem o vermelho, branco e preto com orgulho.

facebooktwitterreddit