Internacional

Os 5 maiores ídolos do Internacional no século XXI

Fabio Utz
Fernandão foi o grande capitão vermelho nas conquistas de 2006
Fernandão foi o grande capitão vermelho nas conquistas de 2006 / KAZUHIRO NOGI/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Internacional, entre 2006 e 2010, viveu o momento mais importante de sua história. Ao conquistar duas Libertadores e um Mundial, mudou de patamar e ganhou um novo status. E foi neste período, claro, que os grandes ídolos da torcida no século XXI se formaram. Saiba quem são os cinco maiores!

1. Índio

Inter Internacional Índio Zagueiro Ídolo Século XXI Libertadores Mundial
Zagueiro foi multicampeão pelo Colorado / MAURICIO LIMA/GettyImages

O zagueiro fazia parte do elenco rubro nas três conquistas citadas e, literalmente, viu sangue sair do seu corpo na final do Mundial. Para muitos, se transformou no maior jogador da posição de todos os tempos do clube. Isso sem contar que cansou de fazer gol no Grêmio, maior rival vermelho.

2. Rafael Sobis

Internacional Inter Libertadores Rafael Sobis Atacante Ídolo Século XXI
Atacante mostrou seu podem de decisão em 2006 e 2010 / JEFFERSON BERNARDES/GettyImages

O atacante conseguiu algo raro: marcar gol em duas finais de Libertadores pelo clube. Virou herói e símbolo das conquistas sul-americanas.

3. Iarley

Iarley, Rafael Marquez, Andres Iniesta Mundial 2006 Inter Internacional Ídolo Século XXI
Iarley deixou a defesa do Barcelona perdida no Mundial de 2006 / Etsuo Hara/GettyImages

O que o atacante fez na final do Mundial não está no gibi. Ao prender a bola e irritar os jogadores do Barcelona, mostrou o quanto era diferenciado.

4. D'Alessandro

Internacional Libertadores 2010 D'Alessandro Troféu Ídolo Século XXI
Argentino se identificou por completo com o clube gaúcho / Buda Mendes/GettyImages

Ninguém fica mais de uma década em um clube se não tem uma identificação gigantesca com ele. O camisa 10 ganhou o coração dos vermelhos e está na história do Inter. Será ele maior que Falcão?

5. Fernandão

Inter Internacional Fernandão Capitão Ídolo Século XXI
Capitão colorado em 2006 está entre os heróis do clube / JEFFERSON BERNARDES/GettyImages

O eterno capitão ficou para sempre na memória dos torcedores colorados. Ao erguer a taça da Libertadores e do Mundial de 2006, se colocou no mais alto patamar do clube. Uma verdadeira lenda, que soube honrar o manto cada vez que foi a campo.

facebooktwitterreddit