Grêmio

Os 5 maiores ídolos do Grêmio no século XXI

Fabio Utz
Geromel e Kannemann estão na história do Tricolor
Geromel e Kannemann estão na história do Tricolor / Demian Alday/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Grêmio inciou o século XXI ganhando uma Copa do Brasil (2001). Depois, passou por um longo e tenebroso período sem conquistas até retomar o patamar de grande clube e empilhar taças representativas entre 2016 e 2018 (uma Copa do Brasil, uma Libertadores e uma Recopa). A partir disso, podemos apontar quais são os maiores ídolos do Tricolor no período.

1. Marcelinho Paraíba

O atacante é figura mais representativa de um Grêmio que encantou o Brasil no ano de 2001, ganhando uma Copa do Brasil em pleno Morumbi com show para cima do Corinthians. Embora o atacante tenha ficado apenas um semestre em Porto Alegre, tem seu nome eternizado no coração dos torcedores azuis.

2. Maicon

Maicon Grêmio Volante Ídolo Século XXI
Meio-campista representa uma era vencedora / Buda Mendes/GettyImages

É a figura mais representativa, em termos de liderança, do mais recente período de conquistas do Grêmio. Ele era praticamente o dono do vestiário e, com uma técnica apurada, comandava o meio-campo. A comoção causada entre os torcedores no momento em que foi demitido só prova todo este carinho.

3. Pedro Geromel

Pedro Geromel Zagueiro Grêmio Ídolo Século XXI
Zagueiro jamais será esquecido pelos gremistas / Etsuo Hara/GettyImages

Se no início de sua passagem pelo Grêmio era alvo de chacota, se tornou aquele que, para muitos, é o maior zagueiro da história do clube. Não à toa parou na seleção brasileira e no grupo que foi à Copa do Mundo de 2018.

4. Kannemann

Walter Kannemann Grêmio Zagueiro Ídolo Século XXI
Argentino representa a garra azul / Etsuo Hara/GettyImages

Formou, ao lado de Geromel, a dupla de zaga que simboliza uma era de ouro do Grêmio. Seu espírito de luta contagiou todos aqueles que o viram em campo até hoje.

5. Luan

Luan Grêmio Atacante Ídolo Século XXI
Atacante tem seu nome cravado na história tricolor / Amilcar Orfali/GettyImages

Foi o grande jogador da principal conquista do Grêmio no século XXI. A Libertadores de 2017 tem a cara do camisa 7, que eternizou seu nome com um golaço que carimbou a taça sul-americana. Não foi de graça que acabou escolhido o melhor jogador do continente naquela temporada.

facebooktwitterreddit