Copa Libertadores

Os 5 jogadores mais jovens a balançar as redes na Libertadores

Antonio Mota
Ângelo quebrou uma marca de quase 60 anos e se tornou o jogador mais jovem a marcar um gol na Conmebol Libertadores.
Ângelo quebrou uma marca de quase 60 anos e se tornou o jogador mais jovem a marcar um gol na Conmebol Libertadores. / NATACHA PISARENKO/Getty Images
facebooktwitterreddit

Com um gol na vitória por 3 a 1 do Santos sobre o San Lorenzo no Estádio Pedro Bidegain, na noite da última terça-feira (6), pelo jogo de ida da terceira fase prévia da Conmebol Libertadores, Ângelo quebrou uma marca de quase 60 anos e se tornou o jogador mais jovem a marcar no principal torneio sul-americano.

Aos 16 anos, o Menino da Vila se juntou a outros três brasileiros e um argentino no ranking dos cinco jogadores mais jovens a balançar as redes na Libertadores. Veja:  

5. Lincoln (Grêmio) – 17 anos, quatro meses e nove dias

Lincoln Libertadores Grêmio
Lincoln utilizou a coroa de brasileiro mais jovem a marcar um gol na Libertadores entre 2016 e 2018. / Gabriel Rossi/Getty Images

Há pouco mais de cinco anos, em 2016, o promissor Lincoln, do Grêmio, marcou contra o próprio San Lorenzo e se tornou o jogador brasileiro mais jovem a balançar as redes na Conmebol Libertadores. À época, o adolescente tinha apenas 17 anos, quatro meses e nove dias.  Hoje, ele atua no Santa Clara, de Portugal.

4. Rodrygo (Santos) – 17 anos, dois meses e seis dias

Santos Libertadores Rodrygo
Rodrygo é um dos três atletas do Santos no ranking dos atletas mais jovens a balançar a redes na Libertadores. / NELSON ALMEIDA/Getty Images

Promessa do Santos, Rodrygo também tem o seu nome marcado na história da Libertadores. Em março de 2018, quando tinha apenas 17 anos, dois meses e seis dias, o veloz atacante marcou na vitória do Peixe por 3 a 1 sobre o Nacional-URU e se tornou o brasileiro mais jovem a marcar um tento na Libertadores, deixando Lincoln para trás.

3. Kaiky Fernandes (Santos) – 17 anos, um mês e 25 dias

Santos Libertadores Kayky
A base do Peixe vem como? Kaiky também escreveu o seu nome na história da Libertadores. / GUILHERME DIONIZIO/Getty Images

Outro Menino da Vila a fazer história na Libertadores: Kayky. Há exatamente um mês, no dia 9 de março, o zagueiro do Peixe marcou na vitória por 2 a 1 sobre o Deportivo Lara e entrou para o ranking dos jogadores mais jovens a marcar um gol no torneio sul-americano. O defensor balançou as redes com apenas 17 anos, um mês e 25 dias.

2. Juan Carlos Cárdenas (Racing) – 16 anos, sete meses e dois dias

Juan Carlos Cárdenas Racing Libertadores
Cárdenas foi o jogador mais jovem a marcar um gol na Libertadores por quase 60 anos. / AFP/Getty Images

Lenda do Racing, Juan Carlos Cárdenas foi o jogador mais jovem a marcar na Conmebol Libertadores por quase seis décadas. O ex-atacante marcou na competição sul-americana em 1962, quando tinha apenas 16 anos, sete meses e dois dias, contra o Nacional, do Uruguai. Um ícone.

1. Ângelo (Santos) – 16 anos, três meses e dez dias

Angelo Libertadores Santos
Ângelo entrou para a história da Conmebol Libertadores. / NATACHA PISARENKO/Getty Images

Histórico! Promessa do Santos, Ângelo marcou na vitória por 3 a 1 sobre o San Lorenzo e chegou ao topo do ranking dos jogadores mais jovens a marcar na Libertadores. O Menino da Vila realizou o feito com apenas 16 anos, três meses e dez dias. Além disso, ele também é o atleta mais novo a disputar uma partida no torneio.

facebooktwitterreddit