Copa Libertadores

Os 5 destaques da vitória do Fluminense sobre o Cerro Porteño, pela Libertadores

Nathália Almeida
Fluminense venceu o Cerro com gols de Nenê e Egídio
Fluminense venceu o Cerro com gols de Nenê e Egídio / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Uma atuação digna de mata-mata de Conmebol Libertadores: este foi o Fluminense na noite desta terça-feira (13) contra o Cerro Porteño, no Paraguai. Tomando as rédeas da partida desde o apito inicial e buscando o gol a todo momento, o Tricolor Carioca voltará ao Rio de Janeiro com um grande resultado na bagagem: vitória por 2 a 0, resultado que deixa a equipe das Laranjeiras bem próxima da vaga às quartas de final.

A seguir, elencamos os 5 principais destaques da vitória tricolor fora de casa:


1. Caio Paulista

caio paulista fluminense cerro porteno
Caio Paulista fez grande jogo no Paraguai / CESAR OLMEDO/Getty Images

Mais uma exibição de gala do atacante que, a cada jogo que passa, prova que é imprescindível para o equilíbrio e bom rendimento deste time. Muita movimentação, velocidade, coragem e participação direta nos dois gols tricolores, com duas assistências.

2. Nenê

Nene
Nenê foi exemplo de capitão nesta noite / Pool/Getty Images

Portando a braçadeira de capitão do time na ausência de Fred, Nenê foi o líder que dele se espera, em termos morais e técnicos. Distribuiu belos passes, levou perigo constante à meta rival com belas finalizações, carimbou a trave de Jean e foi premiado com o gol que abriu o placar do jogo, tento que estabeleceu um recorde histórico na Libertadores.

3. André

Andre
André fez excelente papel na vaga de Martinelli / Miguel Schincariol/Getty Images

Escolhido por Roger Machado para assumir a vaga do suspenso Martinelli, o jovem André não decepcionou: preciso nos desarmes e incansável na contenção, foi importantíssimo para que o Fluminense saísse do Paraguai sem ser vazado. Atuação de gente grande do garoto!

4. Luiz Henrique

fluminense cerro porteno libertadores luiz henrique
Luiz Henrique participou muito do jogo / CESAR OLMEDO/Getty Images

Confiança e paciência: é tudo que o jovem atacante precisa. A comissão entendeu isso e trabalhou bem o garoto após sua oscilação como titular, retornando com ele à equipe de forma gradual. Hoje, atuou por 45 minutos e foi um dos destaques do Fluminense: buscou jogo, foi pra cima e criou diversas jogadas agudas, incluindo a que originou no gol de Nenê.

5. Roger Machado

Roger Machado Marques
Roger foi bem no plano de jogo e nas alterações / Pool/Getty Images

Depois de sofrer tantas críticas da torcida tricolor, Roger Machado recebeu muitos elogios na noite, pelo plano de jogo desenvolvido para o duelo fora de casa e por ter acertado na maioria das substituições realizados durante o confronto. Noite muito positiva para o treinador.

facebooktwitterreddit