Futebol brasileiro

Os 4 treinadores estrangeiros campeões no Brasil em 2021

Nathália Almeida
Abel Ferreira ergueu inúmeros troféus no ano de 2021
Abel Ferreira ergueu inúmeros troféus no ano de 2021 / MAURO PIMENTEL/GettyImages
facebooktwitterreddit

Cada vez mais presentes e valorizados em solo tupiniquim, treinadores estrangeiros têm obtido sucesso no futebol brasileiro. Em certo ponto da temporada, a Série A do Brasileirão testemunhou presença recorde de técnicos gringos, estatística que prova que estamos falando de um fenômeno que veio para ficar. Mas quais deles comemoraram taças em 2021?

A seguir, elencamos 4 treinadores que ergueram troféus neste ano-calendário:


1. Juan Pablo Vojvoda

Juan Vojvoda
Vojvoda foi campeão com o Leão do Pici / Miguel Schincariol/GettyImages

Contratado pelo Fortaleza no dia 4 de maio deste ano, o argentino de 45 anos precisou de apenas duas semanas no cargo para se sagrar campeão. Foram cinco jogos à frente do Leão do Pici na reta final do Campeonato Cearense, conduzindo o time ao tricampeonato consecutivo do Estadual.

O empate em 0 a 0 contra o arquirrival Ceará na grande decisão selou a conquista do Tricolor. Nos meses seguintes, se estabeleceria como uma referência, conduzindo o time à inédita classificação ao maior torneio do futebol sul-americano: a Libertadores.

2. Hernán Crespo

Hernan Crespo
Crespo teve vida curta no Morumbi / Wagner Meier/GettyImages

Campeão da Sul-Americana de 2020 pelo Defensa y Justicia, o argentino Hernán Crespo se tornou um valorizado alvo no mercado sul-americano de treinadores. Acabou fechando com o São Paulo para a temporada 2021, clube que buscava um recomeço após fim ruim de passagem de Diniz.

No Morumbi, Crespo viveu altos e baixos, encontrando dificuldades para estabelecer seu estilo de jogo. Contudo, a melhor versão de seu trabalho foi suficiente para garantir a conquista do Campeonato Paulista ao Tricolor Paulista encerrando um jejum de 9 nomes que pairava sobre o clube.

3. Abel Ferreira

Abel Ferreira
Abel Ferreira ergueu duas Libertadores em 2021 / Pool/GettyImages

O que falar de Abel Ferreira, o homem que em pouco mais de 13 meses de trabalho já se colocou na forte disputa pelo status de maior treinador da história do Palmeiras?

Contratado ao longo de 2020, o técnico luso conduziu o Verdão ao ano-calendário mais vitorioso e inesquecível da existência do clube: foram duas taças de Conmebol Libertadores (temporadas 2020 e 2021) e uma Copa do Brasil (2020).

4. Daniel Neri

Nome menos badalado desta curta lista, Daniel Neri, treinador lusitano radicado no Brasil há longos anos, tem uma trajetória de sucesso em clubes pequenos/médios do Nordeste.

Em 2020, ele havia sido campeão pernambucano com o Salgueiro. Já neste ano de 2021, ergueu o troféu do Campeonato Maranhense com o tradicionalíssimo Sampaio Corrêa.

5. Bônus: António Oliveira

athletico paranaense antonio oliveira copa sul-americana
António comandou o Athletico até as semifinais da Sul-Americana / RODOLFO BUHRER/GettyImages

Ele não teve o privilégio de comemorar e erguer uma taça ao lado de seus comandados mas, sem ele, o destino do Athletico-PR em 2021 poderia ter sido totalmente diferente.

António Oliveira acabou demitido pela diretoria do Furacão por conta da eliminação precoce no Paranaense e das más atuações de sua equipe no Brasileiro, mas ao mesmo tempo, conduziu o clube às semifinais da Copa Sul-Americana, torneio que posteriormente viria a ser conquistado pelo Furacão com Alberto Valentim.

Não seria justo não citar o luso como "campeão" na temporada, já que o título rubro-negro passa, sim, diretamente pelo seu trabalho na Arena.

facebooktwitterreddit