Copa Libertadores

Os 4 destaques do Flamengo na vitória sobre o Barcelona, pela Libertadores

Nathália Almeida
Bruno Henrique em noites de Libertadores costuma decidir
Bruno Henrique em noites de Libertadores costuma decidir / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Empurrado pelos mais de 23 mil torcedores presentes no Maracanã, o Flamengo confirmou seu favoritismo diante do Barcelona-EQU e abriu a semifinal da Conmebol Libertadores com vitória por 2 a 0, construindo boa vantagem na eliminatória e ficando a um passo de mais uma final continental em sua história.

Em linhas gerais, foi uma partida sólida do atual bicampeão brasileiro, mas com alguns protagonistas bem evidentes durante os 90 minutos de bola rolando. A seguir, elencamos os 4 grandes destaques desta importante vitória do Flamengo diante do rival equatoriano, responsável por eliminar Vélez Sarsfield e Fluminense nas fases anteriores do torneio.


1. Diego Alves

Diego Alves
Diego Alves foi espetacular nesta noite / MB Media/Getty Images

A cada grande exibição do experiente goleiro - especialmente nos chamados jogos grandes, onde costuma brilhar muito -, a diretoria do Flamengo respira aliviada por ter escutado o clamor de sua torcida, que fez forte campanha pela renovação contratual de Diego Alves ao final de 2020.

Sem Diego Alves, dificilmente o Rubro-Negro teria conseguido sair de campo com uma vitória sólida e sem sofrer gols. Isso porque o arqueiro fez quatro defesas espetaculares na primeira etapa, duas delas quando o placar ainda apontava 0 a 0. Atuação de almanaque.

2. Bruno Henrique

Bruno Henrique
Bruno Henrique sobrou no Maracanã / Pool/Getty Images

Bruno Henrique e Libertadores é um casamento bonito e que aquece o coração de todo torcedor rubro-negro. Em uma noite na qual Gabigol não esteve tão afiado - algo raríssimo desde que chegou ao time da Gávea -, o camisa 27 compensou e foi o artilheiro que a equipe precisava: dois gols de oportunismo, inteligência e bom posicionamento.

Ainda teve uma boa chance de sair do Maracanã com um hat-trick, mas parou em boa defesa do goleiro Burrai.

3. Andreas Pereira

Andreas Pereira
Andreas Pereira dominou o meio-campo rubro-negro / Pool/Getty Images

Apesar de um pouco desatento nos primeiros 10 minutos - período em que o Barcelona criou suas melhores chances -, Andreas Pereira foi brilhante depois que se encontrou na partida.

Com belos passes, muita intensidade e qualidade no apoio, dominou as ações no meio-campo rubro-negro e quase foi premiado com um golaço no Maracanã. Vai se provando um volante moderno, estilo todocampista, capaz de defender e atacar com a mesma precisão.

4. David Luiz

David Luiz, Gonzalo Mastriani
David Luiz foi soberano pelo alto / Pool/Getty Images

Fazendo sua estreia com a camisa do Flamengo, David Luiz permaneceu em campo por 60 minutos, tempo suficiente para mostrar que ainda é diferenciado. Entre cortes e interceptações cruciais, ganhou praticamente todas as disputas aéreas que travou contra os atacantes adversários.

Em suas melhores condições físicas, tende a sobrar no futebol brasileiro e sul-americano pela inteligência tática.

facebooktwitterreddit