Copa Libertadores

Os 15 campeões de 2019 pelo Flamengo que não disputarão a final da Libertadores 2021

Antonio Mota
O Flamengo mudou muito desde a final da Conmebol Libertadores de 2019, quando conquistou o bi da América.
O Flamengo mudou muito desde a final da Conmebol Libertadores de 2019, quando conquistou o bi da América. / Manuel Velasquez/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Flamengo se prepara para disputar a terceira final de Conmebol Libertadores de sua história. No dia 27, no Estádio Centenário, no Uruguai, o Rubro-Negro Carioca vai reviver tudo o que passou há cerca de dois anos, no final de 2019, quando acabou com um jejum de quase 40 anos, bateu o River Plate e conquistou o bi da América.

De lá para cá, o Fla encarou grandes emoções, conquistou títulos e, mesmo que tenha mantido boa parte dos seus principais nomes, se reinventou. Mudou. A seguir, veja os 15 campeões de 2019 – no recorte dos relacionados para a final – pelo Flamengo que não disputarão a final da Libertadores 2021.  

1. Pablo Marí – Arsenal

Pablo Mari
Pablo Marí foi peça-chave no histórico Flamengo de 2019. / Daniel Apuy/GettyImages

Pablo Marí ficou menos de um ano no Flamengo, mas, ainda assim, escreveu o seu nome na história do clube. Contratado em 2019, o zagueiro se encaixou como uma luva ao lado de Rodrigo Caio e logo se tornou peça-chave da então equipe de Jorge Jesus.

Naquela temporada, o defensor também foi um dos destaques do Campeonato Brasileiro, o qual também conquistou antes de ir para o Arsenal.

2. Rafinha – Grêmio

Flamengo Rafinha
Com Rafinha, o Fla conquistou o bi da Conmebol Libertadores. / Manuel Velasquez/GettyImages

Após muitos anos de sucesso na Europa, Rafinha chegou ao Flamengo em 2019 para fazer história. Ex-Bayern de Munique, o lateral-direito assumiu papel de liderança no Fla e foi determinante na conquista da Libertadores daquele ano –e em várias outras conquistas do clube.

Hoje, aos 36 anos e após passar alguns meses no Olympiacos, da Grécia, o camisa 13 voltou ao Brasil, mas para atuar pelo Grêmio.

3. Gerson – Olympique de Marseille

Flamengo Gerson
Gerson era o 'Coringa' do Flamengo. / Wagner Meier/GettyImages

Vapo, vapo! Gerson foi um dos principais nomes do Flamengo nos últimos anos. Entre 2019 e meado de 2021, o “Coringa” foi soberano no meio de campo do Mais Querido e nome de destaque em inúmeras conquistas da equipe, como no bi da Libertadores. Atualmente, o meia atua no Olympique de Marseille.

4. Reinier, Pepê e outros nomes

Flamengo Thuler, Reiner
O Flamengo contou com várias 'Crias' na Libertadores de 2019. / Manuel Velasquez/GettyImages

Para além dos três nomes citados ainda, o Flamengo também contou com vários outros “coadjuvantes” na vitoriosa campanha da Libertadores de 2019. Dos relacionados para a final contra o River Plate, 12 não estão mais no Fla:



Hugo Moura foi emprestado ao Lugano, da Suíça.
Orlando Berrío foi para o exterior e, depois, assinou com o América-MG.
Matheus Thuler foi negociado com o Montpellier, da França.
Rhodolfo foi para o Cruzeiro.
Matheus Dantas foi para o Estrela Amadora, de Portugal.
Rafael Santos foi emprestado ao APOEL, do Chipre.
João Lucas foi negociado com o Cuiabá, assim como Pepê.
Vinícius Souza foi a Bélgica, onde hoje atua no Lommel SK.
Lincoln foi vendido ao Vissel Kobe, do Japão.
Lucas Silva foi negociado com o Paços Ferreira, de Portugal.
Reinier foi vendido ao Real Madrid e hoje atua no Borussia Dortmund.

Vale destacar que Pará, Gustavo Cuéllar, Miguel Trauco e outros jogadores deixaram o Rubro-Negro antes da final da Libertadores de 2019 e, assim, como não foram relacionados para a decisão, não estão nesta lista.

facebooktwitterreddit