Copa do Brasil

Olha o Gabigol aí! Artilheiro atinge marca histórica em noite de mais um show do Flamengo

Fabio Utz
Atacante, agora, está no top 10 de artilheiros da Copa do Brasil
Atacante, agora, está no top 10 de artilheiros da Copa do Brasil / Diego Maranhao/Am Press & Images/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Que o Flamengo ganharia do ABC-RN, no Maracanã, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, poucos duvidavam. No ritmo do time comandado pelo técnico Renato Gaúcho, uma goleada era absolutamente natural, como realmente aconteceu. Agora, além do futebol encantador e dos 6 a 0, o clube carioca teve um de seus astros, mais uma vez, fazendo história: Gabigol.

O jogador, desde o início, parecia com fome de gol. E, ao balançar a rede duas vezes, passou a integrar o seleto grupo dos dez maiores artilheiros da história torneio. Com 24 tentos, até deixou nomes como Gerson, campeão em 1992 com o Internacional e que fechava este ranking, para trás, e se igualou a Evair. Agora, faltam apenas quatro para que o camisa 9 chegue ao top 5, que tem Paulo Nunes (28), Oséas (28), Viola (29), Fred (35) e Romário (36).

Gabigol está em busca de um título inédito na carreira e tem, ao seu lado, companheiros para lá de inspirados, que praticamente consolidaram a classificação para a próxima fase. De Arrascaeta, o maestro do Fla, também fez o seu gol (além de de ter contribuído com mais uma assistência), assim como Bruno Henrique, que já havia comemorado em três oportunidades no final de semana - Donato, contra, e Michael ainda deram números finais à partida. Nesse ritmo, ninguém para a equipe da Gávea. E, realmente, era impossível acreditar que o rival de Natal pudesse fazer algum tipo de frente.

JOGADORES SÃO POUPADOS

O técnico Renato Gaúcho poupou três jogadores considerados titulares: os zagueiro Rodrigo Caio e Gustavo Henrique e o lateral-esquerdo Filipe Luis. Entraram Bruno Viana, Léo Pereira e Renê. Os dois primeiros, inclusive, ainda não caíram no gosto do treinador, que teria pedido mais um nome para a posição. Mesmo assim, ganharam oportunidade. Já o terceiro sentiu uma lesão muscular na coxa direita no segundo tempo.

Para mais notícias do Flamengo, clique aqui.

facebooktwitterreddit