O XI ideal formado por atletas de Arsenal e Chelsea, baseado no desempenho da temporada

Gabriel Martinelli, Andreas Christensen
Chelsea FC v Arsenal FC - Premier League | Marc Atkins/Getty Images

A Premier League pode ter chegado ao fim, mas ainda há futebol de alto nível rolando na terra da rainha. No próximo sábado (1º), Arsenal e Chelsea, arquirrivais do norte de Londres, se enfrentam em Wembley pela grande decisão da Copa da Inglaterra.

Levando em conta desempenho/performance na temporada 2019/20, montamos o nosso XI ideal combinado entre jogadores Gunners e Blues. Dotado de um elenco mais coeso, equilibrado e com mais peças tecnicamente diferenciadas, o Chelsea emplacou mais representantes no time. Confira:

Emiliano Martínez (Arsenal)

Emiliano Martinez
Aston Villa v Arsenal FC - Premier League | Matthew Ashton - AMA/Getty Images

Parece surreal que o goleiro desta 'seleção' seja alguém que iniciou a temporada com status de reserva absoluto, mas o fato é que Martínez, nos 22 jogos que fez desde a contusão de Bernd Leno, foi um dos melhores do futebol inglês. Muito seguro, dono de um reflexo apurado, passa mais segurança ao torcedor do Arsenal do que o instável Kepa, titular do Chelsea.

César Azpilicueta (Chelsea)

Cesar Azpilicueta
Manchester United v Chelsea - FA Cup: Semi Final | Chris Lee - Chelsea FC/Getty Images

Bellerín é talentoso e tem potencial para crescer, e o mesmo pode ser dito sobre o garoto Reece James, lateral-direito reserva em Stamford Bridge. Mas o espanhol Azpilicueta ainda é referência no setor. Capitão da equipe azul, foi o segundo jogador mais utilizado por Lampard em 2019/20.

Kurt Zouma (Chelsea)

Kurt Zouma
Chelsea FC v Wolverhampton Wanderers - Premier League | Craig Mercer/MB Media/Getty Images

O miolo de zaga foi o setor mais desafiador para montarmos essa seleção, já que Arsenal e Chelsea vem sofrendo demais defensivamente, muito em função de seus zagueiros. Em Stamford Bridge, o menos irregular foi o francês Zouma, que esteve em melhor forma que Christensen e Rüdiger.

Sokratis (Arsenal)

Sokratis Papastathopoulos
Arsenal v Vorskla Poltava - UEFA Europa League - Group E | TF-Images/Getty Images

A escolha do segundo nome para o miolo de zaga foi dura. Sokratis ficou com a vaga por ter sido, nos momentos em que esteve saudável, a melhor opção técnica entre os zagueiros do Arsenal. Já não tem mais a força e a explosão de outrora, mas é o defensor mais confiável dos Gunners hoje,

Kieran Tierney (Arsenal)

Kieran Tierney
Arsenal v Manchester City - FA Cup: Semi Final | Sebastian Frej/MB Media/Getty Images

O jovem lateral-esquerdo demorou a emplacar na temporada - muito em função das recorrentes lesões -, mas cresceu demais de rendimento nesta reta final de 2019/20. A irregularidade de Marcos Alonso, titular do Chelsea, favorece a escolha pelo jogador dos Gunners.

Mateo Kovačić (Chelsea)

Mateo Kovacic
Chelsea FC v Norwich City - Premier League | Pool/Getty Images

Abrimos o meio-campo com o croata de 26 anos, um dos atletas que mais cresceu de rendimento com Lampard. Ganhou a titularidade por conta dos inúmeros problemas físicos de Kanté em 2019/20, e não perdeu mais a posição, mesmo depois do retorno do francês. Consistente, regular, sólido, combativo. Vem se mostrando um volante completo.

Jorginho (Chelsea)

Jorginho
Chelsea FC v Norwich City - Premier League | Marc Atkins/Getty Images

O meia ítalo-brasileiro não tem sido tão brilhante como foi sob comando de Sarri, em 2018/19, mas ainda é o 'regista' do setor de meio-campo do time azul. Sabe a hora exata de acelerar ou cadenciar o jogo, característica que falta ao corpo de meias do Arsenal.

Mason Mount (Chelsea)

Mason Mount
Manchester United v Chelsea - FA Cup: Semi Final | Pool/Getty Images

Praticamente descoberto por Lampard, o meia de 21 anos foi o jogador mais utilizado pelo treinador na temporada, com 51 exibições. Foram oito gols e seis assistências na temporada, números bastante sólidos que já fazem do jovem talento, uma peça crucial para os Blues.

Cristian Pulisic (Chelsea)

Christian Pulisic
Chelsea FC v Wolverhampton Wanderers - Premier League | Mike Hewitt/Getty Images

É o grande nome do clube azul desde o retorno do calendário. Extremamente habilidoso, ótimo finalizador e passador, tem qualidades para ser uma das grandes estrelas do futebol mundial em pouco tempo. Dez gols e dez assistências para ele em 2019/20. Levou a melhor no duelo com Nicolás Pépé e Saka, do Arsenal.

Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal)

Pierre-Emerick Aubameyang
Arsenal v Manchester City - FA Cup: Semi Final | Pool/Getty Images

O gabonês foi, com sobras, o melhor jogador do Arsenal em 2019/20. Contribuiu diretamente com 30 gols anotados pelo clube vermelho na temporada, sendo 27 gols e três assistências. Brigou até a última rodada da Premier League pela artilharia da competição, que acabou ficando com Jamie Vardy. Uma estrela que, definitivamente, merece companheiros melhores ao seu redor.

Willian (Chelsea)

Willian
Chelsea FC v Norwich City - Premier League | Marc Atkins/Getty Images

Justo naquela que tem pinta de ser sua última com a camisa azul, Willian fez uma grande temporada. Bem fisicamente e afastado de lesões, o camisa 10 foi uma peça pra lá de confiável para Lampard, somando 20 participações diretas para gols do Chelsea em 2019/20.

Menções honrosas: Abraham e Giroud (Chelsea), Saka (Arsenal)

Bukayo Saka
Arsenal FC v Leicester City - Premier League | Shaun Botterill/Getty Images

Nós escolhemos Aubameyang como o camisa 9 desta seleção, mas Giroud e Abraham merecem uma menção honrosa. Os dois centroavantes do Chelsea foram muito bem na temporada: o primeiro vem se destacando desde a retomada do calendário, enquanto o segundo, jovem talento, foi o grande artilheiro dos Blues na primeira parte de 2019/20 (17 gols).

Pelo lado dos Gunners, a menção honrosa vai para o garoto Saka. Ponta veloz e habilidoso, deu onze passes para gols na temporada. É uma joia bruta que pode trazer muitas alegrias ao torcedor do Arsenal a curto prazo. Olho nele!