O XI ideal combinado entre Argentina e Croácia, com base no desempenho na Copa do Mundo

Antonio Mota
Astros de Argentina e Croácia, Messi e Modric se enfrentarão na semifinal da Copa do Mundo.
Astros de Argentina e Croácia, Messi e Modric se enfrentarão na semifinal da Copa do Mundo. / Gabriel Rossi/GettyImages
facebooktwitterreddit

A bola vai rolar pelas semifinais da Copa do Mundo do Catar na tarde desta terça-feira, 13. Às 16h (de Brasília), Argentina e Croácia irão a campo no Lusail Stadium, em Lusail, e brigarão por uma vaga na grande decisão do Mundial. Em campo, Messi, Modric e companhia buscarão brilhar e ajudar suas respectivas equipes a continuar na disputa. Qual lado vai levar a melhor: o argentino ou o croata? A batalha seguramente será acirrada.

Aqui, para já ficar no clima, você confere o XI ideal combinado entre Argentina e Croácia, com base no desempenho dos jogadores na Copa do Mundo. Veja:

   

1. Dominik Livaković – Croácia

Dominik Livakovic
Livaković faz uma baita Copa do Mundo. / Marvin Ibo Guengoer - GES Sportfoto/GettyImages

Grande herói da Croácia contra o Brasil, o goleiro Livaković faz uma baita Copa do Mundo e merece essa vaga – mesmo contra o talentoso Emiliano Martínez. O paredão croata já operou milagres no Catar e, até aqui, passou muito segurança aos companheiros.

2. Dejan Lovren – Croácia

Dejan Lovren
Lovre tem sido um dos pilares da Croácia no Catar. / Marvin Ibo Guengoer - GES Sportfoto/GettyImages

Se Livaković é o responsável por proteger a meta da Croácia, Lovren é quem tem a tarefa de dar suporte e proteger o goleiro. O zagueirão é uma das lideranças Vatreni e, até aqui, correspondeu muito bem. Faz uma Copa do Mundo muito sólida e eficiente.

3. Nicolás Otamendi – Argentina

Cody Gakpo, Nicolas Otamend
Otamendi tomou conta da zaga da Argentina até aqui no Catar. / Julian Finney/GettyImages

Otamendi é o tipo de zagueiro que nenhum atacante deseja enfrentar. Carrasco, duro e considerado até desleal em certas jogadas, o medalhão tem liderado o sistema defensivo da Argentina com muita autoridade e vem mostrando muita personalidade. Cresceu nos momentos em que foi mais exigido.

4. Joško Gvardiol – Croácia

Joško Gvardiol
O mascarado Gvardiol, da Croácia, explodiu para o planeta bola nesta Copa do Mundo. / Visionhaus/GettyImages

Gvardiol tem apenas 20 anos de idade, mas já mostra futebol de “gente grande”. Até aqui, o zagueiro somou performances de alto nível no Catar e não deixou os oponentes em paz. É um defensor muito promissor e que ainda se aventura no ataque.

5. Mateo Kovačić – Croácia

Mateo Kovačić
Kovačić é o pitbull da Croácia no Oriente Médio. / Visionhaus/GettyImages

O pitbull! Kovačić é outra referência defensiva da Croácia. Muito combativo e empenhado, o volante entra firme nas jogadas e tem dificultado a vida dos adversários em campo. É uma peça-chave no time semifinalista da Copa do Mundo, tanto que é o líder de sua seleção em desarmes.

6. Enzo Fernández – Argentina

Enzo Fernandez
Enzo é uma das grandes promessas da Argentina. / Richard Sellers/GettyImages

Enzo Fernández é uma das promessas da Argentina que está em ascensão no Catar. O meio-campista de 21 anos aparece em todas as faixas do gramado e não poupa uma gota sequer de suor quando está em campo. Tem recursos e colabora tanto defensiva quanto ofensivamente – como bem tem mostrado neste Mundial.

7. Luka Modrić – Croácia

Luka Modric
Modrić é o maestro da Croácia. / Alex Grimm/GettyImages

Modrić é o coração da Seleção da Croácia. Sem ele, seu país certamente encontraria muito mais dificuldades em campo. O camisa 10 organiza o jogo como poucos no mundo e tem uma facilidade assustadora para ditar o ritmo das partidas. Joga muita bola e não poderia ficar de fora deste time.

8. Alexis Mac Allister – Argentina

Alexis Mac Allister
Mac Allister cresceu muito com a Argentina nesta Copa do Mundo. / Marc Atkins/GettyImages

Embora não seja tão badalado quanto outros nomes da Argentina, Mac Allister tem papel crucial na equipe comandada por Scaloni e não à toa ganhou o seu espaço no XI inicial da Albiceleste. O meio-campista é uma das novas engrenagens da equipe e tem trabalhado muito para dar suportes aos companheiros.

9. Ivan Perišić – Croácia

Ivan Perisic
Perišić é um dos motores da incansável Croácia. / Marvin Ibo Guengoer - GES Sportfoto/GettyImages

Perišić é outro “motorzinho” da Croácia. Com passes decisivos, inteligência e participação em todo o jogo da equipe, o atacante é nome intocável na Vatreni. O medalhão é o garçom do seu time na Copa do Mundo.

10. Lionel Messi – Argentina

Lionel Messi
Messi faz uma excelente Copa do Mundo. / Elsa/GettyImages

Lionel Messi pretende se despedir em grande estilo da Copa do Mundo. O camisa 10 é um gênio e tem utilizado todos os seus recursos no Catar. Até aqui, já marcou quatro gols e deu duas assistências... É um sério candidato a craque do Mundial.

11. Julian Álvarez – Argentina

Julian Alvarez
Julian Álvarez vem surpreendendo no Catar. / Markus Gilliar - GES Sportfoto/GettyImages

Julian Álvarez reivindicou uma vaga no time titular da Argentina já com a Copa do Mundo em andamento. Goleador nato e muito promissor, o atacante fez gols importantes até aqui e se encaixou muito bem no esquema da equipe. Faz um bom Mundial.

facebooktwitterreddit