Copa América Feminina

O resumo e os destaques da 3ª rodada da Copa América Feminina

Lucas Humberto
Com três gols, Yamila Rodríguez deixou a Argentina colada no Brasil
Com três gols, Yamila Rodríguez deixou a Argentina colada no Brasil / JUAN BARRETO/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Copa América Feminina segue nos servindo goleadas. Nesta sexta-feira, 15, a Argentina aplicou 5 a 0 no Uruguai, naquele que pode ser classificado como o resultado mais importante da terceira rodada, sobretudo pensando na seleção brasileira. Com os resultados computados, vale ressaltar, há três equipes empatadas com seis pontos no Grupo B: Canarinho, Albiceleste e Venezuela.

Yamila Rodríguez, autora de um hat-trick, foi o grande destaque da rodada. Estefanía Banini e Eliana Stable completaram a parcial para a Argentina. A Venezuela, por sua vez, contou com os gols de Deyna Castellanos e Oriana Altuve para emplacar mais três pontos contra o Peru. Diante dos resultados, a configuração da segunda chave é a seguinte:

Yamila Rodríguez, atleta da Argentina
A Argentina não teve piedade do Uruguai / JUAN BARRETO/GettyImages
  • Brasil - 6 pontos em duas partidas;
  • Venezuela - 6 pontos em duas partidas;
  • Argentina - 6 pontos em três partidas;
  • Peru - 0 pontos em duas partidas;
  • Uruguai - 0 pontos em três partidas.

No Grupo A, as seleções estão um pouco mais emboladas. No meio da semana, o Paraguai venceu a Bolívia, por 2 a 0, e o Chile triunfou diante do Equador, por 2 a 1. Destaque para Yenny Acuña e Rebeca Fernández, que chegaram aos segundos gols por suas respectivas equipes. A configuração da chave, portanto, é a seguinte:

  • Colômbia - 6 pontos em duas partidas;
  • Paraguai - 6 pontos em três partidas;
  • Chile - 3 pontos em duas partidas;
  • Equador - 3 pontos em duas partidas;
  • Bolívia - 0 pontos em três partidas.
Yenny Acuña, atacante do Chile
Yenny Acuña, do Chile, chegou ao segundo gol / JUAN BARRETO/GettyImages

A seleção brasileira volta a campo somente na segunda-feira, 18, para enfrentar a Venezuela. Na Colômbia, as equipes medem forças a partir das 18h de Brasília.

facebooktwitterreddit