Brasileirao Série A

O que mudou no Brasileirão desde a última vez que o líder Galo perdeu?

Antonio Mota
Várias mudanças marcaram o Campeonato Brasileiro desde a última derrota do Atlético-MG. Veja.
Várias mudanças marcaram o Campeonato Brasileiro desde a última derrota do Atlético-MG. Veja. / Miguel Schincariol/GettyImages
facebooktwitterreddit

Segue o líder! O Atlético-MG faz uma campanha espetacular no Campeonato Brasileiro de 2021. Com 56 pontos, 74.7% de aproveitamento e na liderança isolada da Série A, o Galo vem enfileirando bons resultados e marcas expressivas, como a de não perder há quase quatro meses – desde o dia 27 de julho, quando perdeu para o Santos – ou desde a longínqua sétima rodada.

E, claro, o universo da Série A seguiu vários caminhos neste período. A seguir, veja o que mudou no Brasileirão desde a última vez que o líder Atlético-MG perdeu.

Mudanças de técnico na Série A

São Paulo Brasileirão Hernan Crespo
Hernán Crespo não resistiu e foi demitido do São Paulo. / Pool/GettyImages

Embora esteja com uma “dança das cadeiras” mais lenta, o Campeonato Brasileiro registrou várias trocas de comando desde que o líder Atlético-MG perdeu.

Do final de julho, quando o Galo perdeu sua última partida na Série A, para cá, vários clubes da elite do futebol do Brasil mudaram de técnico. Veja:

Hernán Crespo
era o técnico do São Paulo. O técnico foi substituído há poucos dias por Rogério Ceni, que ainda trabalhava no Flamengo na 7ª rodada do Brasileirão.


O Grêmio era comandado por Tiago Nunes, que foi trocado por Luiz Felipe Scolari, que, por sua vez, também já foi demitido.


Dado Cavalcanti era o técnico do Bahia. O treinador caiu, entrou Diego Dabove, que também já caiu, e hoje o Tricolor é comandado por Guto Ferreira.


Eduardo Barroca era o técnico do Atlético-GO, que trocou de treinador e hoje é comandado por Eduardo Souza.


Fernando Diniz era o técnico do Santos. Hoje, o treinador trabalha Vasco, e o Peixe é comandado por Fábio Carille.


Guto Ferreira, que hoje é o líder técnico do Bahia, era o treinador do Ceará. Atualmente, O Vozão conta com Tiago Nunes, ex-Grêmio, na área técnica.


O Sport Club do Recife contava com os serviços de Umberto Louzer na área técnica no final de julho. O clube hoje é treinado por Gustavo Florentín.


Roger Machado era o treinador do Fluminense. O Tricolor, hoje, voltou às mãos do ídolo Marcão.


Jair Ventura era o treinador da Chapecoense, que hoje é ‘chefiada’ pelo técnico Pintado.

O Athletico-PR, por sua vez, era comandado pelo luso António Oliveira. Recentemente, o Furacão passou a ser treinado por Alberto Valentim.

O América-MG também mudou e não conta mais com Vagner Mancini. Hoje, o Coelho procura um novo treinador enquanto trabalha sob ordens de Diogo Giacomini.


Jogadores contratados

Flamengo Jadsom Silva, Andreas Pereira, Luan
O Flamengo e outros clubes do Brasil se reforçaram desde que o Atlético-MG perdeu no Brasileirão. / Alexandre Schneider/GettyImages

Os clubes da Série A também trouxeram novos nomes para o futebol do Brasil desde que o Atlético-MG perdeu para o Santos na 7ª rodada do Brasileirão.

De lá para cá, lembrando que o mercado da bola do meio do ano aconteceu entre os dias 1º e 30 de agosto, nomes como Willian, Renato Augusto, Giuliano, Róger Guedes, Jonathan Calleri, Andreas Pereira, Kenedy, Diego Costa, Pedro Rocha, Borja, Jandrei, Leo Baptistão e vários outros apareceram nos gramados do país.

Bons reforços para vários clubes.


Mudança na artilharia da Série A

Yuri Alberto Internacional Brasileirão
Yuri Alberto é o artilheiro do Brasileirão no momento. / Silvio Avila/GettyImages

O artilheiro máximo do Campeonato Brasileiro de 2021 na atualidade é Yuri Alberto, do Internacional, que já anotou 11 gols na competição nacional. Contudo, o homem-gol do Inter assumiu o posto recentemente.

Nos últimos meses, a coroa de goleador do Brasileirão passou por várias mãos: Gilberto, do Bahia, Edenílson, do próprio Internacional, Bruno Henrique, Flamengo, Hulk, do Atlético-MG etc.

Quem vai ficar com essa condecoração no final da temporada?


Quem era líder e quem estava no Z4 após a 7ª rodada do Brasileirão

Artur Red Bull Bragantino
O Red Bull Bragantino era o líder do Brasileirão após a sétima rodada. / Alexandre Schneider/GettyImages

O Atlético-MG lidera o Campeonato Brasileiro de 2021 há muito tempo e isso todo mundo sabe. Mas qual era o líder da competição após o último revés do clube na Série A?

Após a 7ª rodada do Brasileirão, o Red Bull Bragantino era o primeiro colocado da competição. Além da Massa Bruta, o G-4 contava com Athletico-PR, Palmeiras e o Fortaleza. O Galo, por sua vez, era apenas o oitavo na tabela.

Já o Z-4 era formado por São Paulo, Chapecoense, América-MG e Grêmio. Hoje, os clubes que estão na zona de rebaixamento para a Série B são: Santos, Sport, Grêmio e Chapecoense.  

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit