Sul-Americana

O que mudou em Atlético-GO e São Paulo desde o último jogo entre eles?

Matheus Nunes
Luciano foi o autor dos gols da vitória do Tricolor no último encontro entre as equipes
Luciano foi o autor dos gols da vitória do Tricolor no último encontro entre as equipes / Miguel Schincariol/GettyImages
facebooktwitterreddit

Atlético-GO e São Paulo se enfrentam nesta quinta-feira (1º), pela primeira partida das semifinais da Copa Sul-Americana. Será a segunda vez no ano que as equipes se enfrentam, já que mediram forças pelo Brasileirão no início de julho.

Válido pela 15ª rodada, o duelo de dois meses atrás aconteceu na casa do Dragão, no estádio Antônio Accioly. Com dois gols de Luciano, os visitantes levaram a melhor e venceram por 2 a 1. Marlon Freitas descontou.

Os times viviam uma fase melhor na competição, comparado com a posição que estão hoje na tabela. Os goianos, que eram treinados por Jorginho, terminaram aquela rodada na 16ª colocação, fora da zona de rebaixamento. Atualmente, sob o comando de Eduardo Baptista, a equipe é a vice-lanterna.

Os titulares do confronto passado também eram diferentes dos que devem começar a partida desta noite. O goleiro do Atlético-GO na época era Ronaldo. Porém, o camisa 1 se recupera de lesão e a vaga agora é de Renan.

A dupla de zaga também é completamente diferente. Antes formada com Edson e Ramon, hoje Eduardo Baptista conta com Klaus - contratado junto ao Botafogo - e Wanderson. Na lateral-direita, Hayner dá a vaga para Dudu. Do meio para frente, as únicas mudanças no Dragão são as entrada de Edson Fernando e Jorginho para as saídas de Airton e Shaylon.

Pelo lado do São Paulo, Rogério Ceni só deve ter três mudanças em relação ao time que entrou em campo no dia 3 de julho. A primeira baixa é na zaga, com a lesão de Miranda. O substituto do defensor será Ferraresi, contratado nesta janela de transferências, assim como Nahuel Bustos, que foi inscrito mas ainda fica como opção. Na lateral-esquerda, Welington deve sair e Reinaldo começaria jogando. Por fim, no meio apenas uma mudança: Patrick vai para o banco e Gabriel Neves fica com a vaga.

Um dos principais artilheiros do Campeonato Brasileiro àquela altura, Calleri vive uma seca de gols e não marca há quatro jogos. Pelo Lado do Atlético, Luiz Fernando vem sendo um dos destaques do time, mas não entra em campo diante do São Paulo por conta de uma expulsão nas quartas de final contra o Nacional (Uruguai).

facebooktwitterreddit