O que aconteceu com a Argentina nas últimas cinco vezes em que chegou às quartas de final da Copa do Mundo

Fabio Utz
Messi e companhia eliminaram a Bélgica no Mundial de 2014
Messi e companhia eliminaram a Bélgica no Mundial de 2014 / Jean Catuffe/GettyImages
facebooktwitterreddit

É nesta sexta-feira que a Argentina decidirá seu futuro na Copa do Mundo do Catar. Mirando o tricampeonato mundial, a seleção albiceleste encara a Holanda em confronto das quartas de final. Os sul-americanos não conquistam o título desde 1986, mas você se lembra o que o destino reservou a eles nas últimas cinco vezes em que alcançaram esta etapa do torneio? Direto do túnel do tempo...

2014

Um gol de Gonzalo Higuaín garantiu a vitória argentina sobre a Bélgica por 1 a 0 na Copa realizada no Brasil. A seleção iria até a decisão do torneio, mas perderia a taça para a Alemanha.

2010

Argentina Copa do Mundo Quartas de Final Holanda Histórico Lionel Messi
Time comandado por Maradona e que já tinha Messi caiu diante da Alemanha / JAVIER SORIANO/GettyImages

Sob o comando do histórico Diego Armando Maradona, a Argentina sucumbiu diante da Alemanha. A goleada por 4 a 0 – gols de Müller, Klose (dois) e Friedrich – acabou com o sonho do tri na Copa da África do Sul.

2006

A Alemanha já havia sido algoz da Argentina também no Mundial de 2006. Jogando em casa, os alemães empataram o confronto de quartas de final em 1 a 1 – gols de Ayala e Klose –, mas ganharam nos pênaltis por 4 a 2.

1998

Michael Reiziger Diego Simeone Holanda Argentina Quartas de Final Copa do Mundo 1998
Holanda eliminou a Argentina na Copa da França / Ben Radford/GettyImages

Na Copa da França, foi justamente a Holanda, adversária desta sexta, que tirou a Argentina da disputa. O duelo das quartas de final foi vencido pelos europeus por 2 a 1. Kluivert e Bergkamp marcaram para a Laranja, com Cláudio López descontando.

1990

A Argentina viria a ser vice-campeã da Copa da Itália, perdendo a decisão para a Alemanha. Nas quartas de final, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação diante da antiga Iugoslávia, garantiu a vitória por 3 a 2 nos pênaltis e avançou.

facebooktwitterreddit