Santos FC

O problema crônico de Carille no Santos

Antonio Mota
Carille ainda não conseguiu repetir escalação em dois jogos seguidos no Santos. Problemas físicos, suspensões e outros problemas atrapalham o técnico.
Carille ainda não conseguiu repetir escalação em dois jogos seguidos no Santos. Problemas físicos, suspensões e outros problemas atrapalham o técnico. / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Problemas e mais problemas. Fábio Carille chegou ao Santos há cerca de dois meses e ainda não conseguiu repetir uma mesma escalação em duas partidas seguidas. Neste período, o treinador comandou o Peixe em 12 jogos, com 36% de aproveitamento, e em nenhum deles conseguiu mandar a campo os onze iniciais do embate anterior.

De acordo com informações da Gazeta Esportiva, Carille já utilizou 26 jogadores desde que chegou à Vila Belmiro. Em sua ‘era’ no litoral de São Paulo, o treinador já se deparou com várias barreiras, principalmente por lesões e suspensões, que acabaram limitando suas opções dentro do próprio elenco.

Santos Madson
Madson vai desfalcar o Santos na 31ª rodada do Brasileirão. / Miguel Schincariol/GettyImages

O problema crônico afetou muito o Santos nas últimas semanas. Contra o Athletico-PR, Carille gostaria de escalar os jogadores que iniciaram o triunfo sobre o Fluminense, mas isso não foi possível por conta das suspensões de Marinho e Vinicius Balieiro. Depois, contra o Palmeiras, os dois retornaram, mas Diego Tardelli teve uma virose e ficou de fora.

Já nesta quarta-feira, 10, diante do Red Bull Bragantino, o treinador não vai contar com Madson, suspenso. Além do lateral, o zagueiro Emiliano Velázquez também deve ficar de fora do confronto, uma vez que sofreu uma lesão na coxa.

Com muitos problemas e pouco tempo para trabalhar, o Santos vai receber Red Bull Bragantino na Vila Belmiro, na noite desta quarta-feira (10), em partida válida pela 31ª rodada do Brasileirão. Atualmente, o Alvinegro tem 35 pontos e é o primeiro fora do Z-4.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

facebooktwitterreddit