Brasileiro Série B

O Cabuloso voltou! Cruzeiro vence Vasco e garante matematicamente o acesso à Série A

Nathália Almeida
Invicto em casa, Cruzeiro venceu o Vasco da Gama por 3 a 0 no Mineirão
Invicto em casa, Cruzeiro venceu o Vasco da Gama por 3 a 0 no Mineirão / GILSON JUNIO/W9 PRESS/GAZETAPRESS
facebooktwitterreddit

Pode tirar o grito da garganta, torcedor celeste: o Cruzeiro é, novamente, time de primeira!

Depois de longos anos amargando a Segunda Divisão do futebol brasileiro, a Raposa, sob comando do revolucionário Paulo Pezzolano, sacramentou matematicamente o seu retorno à elite nacional na noite desta quarta-feira (21). E o enredo foi dos mais saborosos para sua apaixonada torcida.

Jogando contra um rival de peso e tradição, o Vasco da Gama, em um Mineirão abarrotado de gente - quase 60 mil torcedores compareceram ao Gigante da Pampulha -, o Cruzeiro provou mais uma vez o porquê de ser o grande time da Série B: dominou as ações do duelo desde os primeiros minutos e venceu com enorme autoridade, de forma inapelável, por 3 a 0. Os gols da partida foram anotados por Filipe Machado, Edu e Luvannor.

Muito combativo e ganhando a maioria dos duelos, o Cruzeiro praticamente não levou sustos no primeiro tempo: a única boa chance do Vasco veio através de um escanteio, cobrado de forma direta por Nenê, para defesa de Rafael Cabral. No mais, domínio absoluto da equipe mineira, que chegou ao seu gol aos 25', através de finalização de longa distância do meia Filipe Machado. Minutos depois, a Raposa quase ampliou o marcador através de cobrança de falta, mas a batida de Bruno Rodrigues caprichosamente explodiu na trave de Thiago Rodrigues.

Com as alterações promovidas por Jorginho no intervalo - dentre elas a entrada do garoto Figueiredo -, o Cruzmaltino até tentou equilibrar o confronto, mas em nenhum momento conseguiu ser agudo ofensivamente. Jogando de forma madura e tranquila, a Raposa não correu riscos e ainda ampliou o marcador duas vezes: lançado em profundidade, Bruno Rodrigues invadiu a área e rolou na medida para Edu, que só teve o trabalho de empurrar pro gol. Com 2 a 0 no marcador, o time da casa continuou em cima e chegou ao terceiro gol aos 41', com Luvannor, selando a noite de festa para a parte azul de Minas Gerais.

Além de assegurar a promoção à Série A, a vitória em casa ampliou a invencibilidade celeste na capital mineira: agora são 44 pontos conquistados em 48 disputados como mandante, campanha de 14 vitórias e dois empates em 16 jogos. Ao todo, o time de Pezzolano soma 68 pontos, já não podendo mais ser alcançado pelo quinto colocado.

facebooktwitterreddit