Lionel Messi

"Ninguém me pediu para jogar de graça", afirma Messi sobre saída do Barcelona

Daniel Farias
Messi trocou o Barcelona pelo PSG em agosto, aos 34 anos
Messi trocou o Barcelona pelo PSG em agosto, aos 34 anos / John Berry/GettyImages
facebooktwitterreddit

Uma mudança inesperada movimentou a última janela de transferências no futebol europeu. Após 20 anos no Barcelona, o craque argentino Lionel Messi deixou o clube em que foi formado e acertou com o Paris Saint-Germain. A saída teve contornos dramáticos relacionados à situação financeira da equipe catalã, que enfrenta um dos momentos mais complicados de sua história recente.

O camisa 30 do PSG concedeu uma entrevista ao jornal "Sport", da Espanha, na qual comentou sobre os primeiros meses em Paris. "Foi uma grande mudança que, como disse na época, não esperava. Felizmente já me sinto adaptado, as crianças estão na escola, tudo mais ou menos instalado no dia a dia. Estamos contentes", disse o jogador de 34 anos.

Lionel Messi
Messi vestiu o uniforme blaugrana por 20 anos / David Ramos/GettyImages

Apesar da crise financeira no clube espanhol, havia uma grande esperança de que o astro permanecesse na Catalunha e inclusive a renovação esteve próxima de se concretizar. A realidade, porém, frustrou os torcedores culés.

"A verdade é que, conforme expliquei na saída, fiz todo o possível para ficar. Aceitei reduzir meu salário em 50% e fiz isso sem pestanejar, sempre pensando em ajudar o clube. O meu desejo e o da minha família era ficar em Barcelona. Ninguém me pediu para jogar de graça, mas ao mesmo tempo me parece que as palavras que o presidente disse estão desconexas. Isso me machuca porque acho que ele não precisa falar isso, é como tirar algo de você e não assumir as consequências. Isso faz as pessoas pensarem ou gera um tipo de dúvida que eu não mereço."

Lionel Messi, jogador do PSG

Messi já disputou oito jogos e marcou três gols no PSG, que busca retomar a hegemonia no Campeonato Francês, visto que o Lille é o atual campeão, e também conquistar pela primeira vez na história a cobiçada Champions League.

facebooktwitterreddit