Copa do Mundo 2022

Neymar ganha carinho, Vinicius Junior desencanta e seleção goleia em último jogo no país antes da Copa do Mundo

Fabio Utz
Vinicius Junior marcou pela primeira vez com a camisa da seleção
Vinicius Junior marcou pela primeira vez com a camisa da seleção / CARL DE SOUZA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Para a seleção brasileira, o jogo desta quinta-feira, contra o Chile, não tinha lá um grande valor. Afinal, o país se classificou com sobras à Copa do Mundo. Se havia algo a se levar em conta, talvez o reencontro com o Maracanã, a despedida oficial da torcida antes do Mundial e o derradeiro compromisso da equipe sob o comando de Tite em solo brasileiro.

Mas, obviamente, todos queriam gols e jogadas de efeito, que vieram de quem, possivelmente, seja a esperança do hexa. A vitória por 4 a 0 foi construída ao natural, e o time, aliás, não precisou nem de um grande futebol para conquistar mais três pontos diante de um rival que tem chances remotas de ir ao Catar - vai brigar por uma vaga à repescagem na última rodada das eliminatórias.

Neymar Jr Guilherme Arana Seleção Brasileira Brasil Eliminatórias Copa do Mundo Maracanã
Neymar, de pênalti, abriu o placar no Maracanã / Buda Mendes/GettyImages

Ainda no primeiro tempo, Neymar, que vem de um período turbulento no Paris Saint-Germain, ganhou todo carinho de quem lotou o estádio ao cobrar com perfeição pênalti que ele mesmo sofreu para abrir o placar. Logo em seguida, o próprio camisa 10 deu uma 'deixadinha mágica', depois de toque de Antony, para colocar Vinicius Junior em condições de ampliar. Pois o atacante do Real Madrid não desperdiçou a oportunidade de marcar pela primeira vez com a camisa da seleção brasileira - aliás, em um local que ele conhece muito bem desde os tempos de Flamengo, o que deu ainda mais significado ao momento.

Philippe Coutinho Seleção Brasileira Brasil Eliminatórias Copa do Mundo Maracanã Chile
Coutinho também deixou a sua marca diante do Chile / Buda Mendes/GettyImages

A partir daí, a festa só aumentos. O lateral-direito Mauricio Isla, obviamente, não deixou de ser cutucado pela maioria rubro-negra presente ao Maraca - aliás, foi ele quem derrubou Neymar dentro da área no lance que inaugurou o marcador. Em contrapartida, Arturo Vidal, que frequentemente manifesta seu desejo de jogar pelo Fla, ganhou ovações. Em meio a tudo isso, ainda deu tempo para Antony sofrer pênalti de Bravo. Philippe Coutinho bateu a fez o terceiro, já na etapa final. Nos acréscimos, Richarlison deixou o dele.

Sim, a Copa está chegando, e o Brasil deu mais um passo nesta caminhada. Na terça-feira, a seleção enfrenta a Bolívia, em La Paz. Neymar e Vini Junior, suspensos, ficam de fora.

facebooktwitterreddit