Neymar, apesar de tudo, ainda é o brasileiro mais próximo de ser o melhor jogador do mundo

FBL-FRA-LIGUE1-PSG-NICE
Há algum jogador brasileiro mais próximo da ‘Bola de Ouro’ ou do ‘The Best’ do que Neymar? | LIONEL BONAVENTURE/Getty Images

Há algum jogador brasileiro mais próximo da ‘Bola de Ouro’ ou do ‘The Best’ do que Neymar? Para Milton Neves, que tratou do assunto em artigo no UOL Esporte, sim. O jornalista apontou ainda que Vinícius Junior e Rodrygo, ambos do Real Madrid, estariam à frente do camisa 10 da Seleção e do Paris Saint-Germain.

Em defensa da tese, Milton Neves coloca a idade (28 anos) do astro do PSG, a escolha errada – ideia comum para quase todo mundo – de ir para a França e o nível de competitividade exigido por Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e outros talentos que estão despontando no futebol internacional, como fatores que dificultariam para Neymar ser eleito o melhor jogador do planeta.

Vinicius Junior, Rodrygo
Vinícius Junior e Rodrygo têm bola para brigar pelo posto de 'Melhor do Mundo'? | Quality Sport Images/Getty Images

Em si, o camisa 10 realmente se complicou nas últimas temporadas, manchou sua imagem e se distanciou das premiações de melhor do mundo. Contudo, no recorte dos jogadores brasileiros, ainda não vejo ninguém mais preparado e/ou ainda com mais condições do que Neymar para desbancar o gênio do Barcelona e o robô da Juventus.

Hoje, apesar de caminhar para os 29 anos, Neymar ainda tem muito, mas muito futebol para ser eleito o melhor do mundo. A idade ‘cobra’, mas vale lembrar que o argentino e o português ganharam parte dos prêmios individuais quando tinham mais do que três décadas de vida e que, assim como o brasileiro, os dois também vão envelhecer.

TOPSHOT-FBL-FRA-LIGUE1-PSG-STRASBOURG
Neymar precisa sair do PSG. | MARTIN BUREAU/Getty Images

Além do processo natural da vida, também acredito que o camisa 10 ainda tenha condições de superar os talentos da nova geração, como os dois do Real Madrid, Kylian Mbappé, Jadon Sancho, e também os da antiga, como o ET e o Robô. O tempo passa para todo mundo.

Contudo, em um ponto que concordo com Milton Neves, é que Neymar precisa deixar o Paris Saint-Germain para voltar a brigar pelos prêmios de melhor do mundo e também para não perder (ou "entregar de mão beijada", como colocou o colunista do UOL) o posto de super astro da Seleção Brasileira.

E aí, boleiros e boleiras, vocês concordam?

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.