Negócio complicado! Ida de atacante gremista para o Cruzeiro depende da superação de obstáculos cruciais

Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

O litígio entre Grêmio e Ferreira poderia gerar uma transferência do atacante para o Cruzeiro. No entanto, este negócio é tratado com pessimismo pelas partes envolvidas, segundo apuração do Globoesporte.com.

Ferreira, de 22 anos, entrou na Justiça contra o Tricolor pedindo, em caráter liminar, o rompimento de seu contrato. Diante disso, desde fevereiro o clube optou por não mais utilizar o jogador, o retirando inclusive da lista de inscritos do Campeonato Gaúcho. Para tratar de uma possível negociação, a direção já disse que, primeiramente, a ação trabalhista precisa ser retirada. Ao mesmo tempo, uma eventual saída deve ser compensada, seja com dinheiro ou com a ida para Porto Alegre de algum outro nome - o zagueiro Paulo Eduardo e os atacantes Caio Rosa, Stênio e Alejandro, por exemplo, são bem cotados dentro da Arena.

O atual vínculo de Ferreira vai até a metade do próximo ano, e o Cruzeiro, muito embora esteja em busca de reforços para o setor ofensivo e tenha demonstrado interesse no jogador, não quer se indispor com o Grêmio e negociar um pré-contrato, por exemplo. O atacante foi o artilheiro do Brasileirão de Aspirantes de 2019 e estreou no profissional no segundo semestre da temporada passada. Em nove jogos, tem dois gols e duas assistências.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique aqui.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.