Futebol Internacional

Atual campeã da Nations League, França tropeça novamente e segue sem vencer no torneio

Matheus Nunes
Griezmann entrou no segundo tempo e teve boa chance, mas finalizou mal
Griezmann entrou no segundo tempo e teve boa chance, mas finalizou mal / Jurij Kodrun/GettyImages
facebooktwitterreddit

A campanha rumo ao bicampeonato da Nations League não começou bem para a França. Após estrear com derrota para a Dinamarca, a seleção empatou fora de casa com a Croácia em 1 a 1 nesta segunda-feira (6) no Estádio Poljud, em Split, e soma apenas um ponto após duas rodadas. Havia uma certa expectativa em torno do confronto que decidiu a Copa do Mundo de 2018, porém dentro de campo a história foi diferente.

Luka Modric, Antoine Griezmann
Modric completou 150 jogos com a camisa da seleção e foi ovacionado / Jurij Kodrun/GettyImages

Desta vez o técnico Didier Dechamps preservou talentos como Varane, Kanté, Coman e Benzema, e ainda não tinha Mbappé, que sentiu dores no joelho, então levou a campo jovens talentos como o goleiro Maignan, do Milan, o meio-campista Tchouaméni, do Monaco, e o atacante Nkunku, do RB Leipzig.

O primeiro tempo foi morno, com pouca inspiração e praticamente nenhum lance perigoso, tanto que a rede só balançou depois do intervalo. Quem aproveitou bem a chance foi o experiente Ben Yedder, outro francês que foi bem na temporada 2021/22, terminando como vice-artilheiro da Ligue 1, atrás apenas de Mbappé. Ele criou a jogada para o gol de Rabiot, uma jogada de infiltração em um dos raros momentos de criatividade ao longo dos 90 minutos.

Kramaric empatou em cobrança de pênalti aos 38 da etapa final. Os donos da casa poderiam ter virado com Modric e Vlasic, mas o goleiro do Milan defendeu ambas. Griezmann, que entrou no decorrer da partida, protagonizou uma oportunidade clara na reta final da partida, mas na primeira o goleiro Livakovic abafou e no rebote ele finalizou mal.

O grupo 1 está embolado, com a Dinamarca na liderança, única com 100% de aproveitamento até agora e próximo adversário dos croatas. Já franceses vão brigar pela segunda colocação com a Áustria, que precisa de apenas um empate para se manter à frente dos campeões do mundo.

facebooktwitterreddit