Internacional

Não precisamos mais do Messi: Taison voltou!

Roberto Rosenfeld
Apr 17, 2021, 2:48 PM GMT-3
Taison nunca escondeu seu desejo de voltar ao Inter. Desejo agora confirmado.
Taison nunca escondeu seu desejo de voltar ao Inter. Desejo agora confirmado. / Pedro H. Tesch/Agência Eleven/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

#VozDoTorcedor

O ano era 2009 e Taison aparecia como titular no time do Inter. Um Inter que terminava o Brasileiro em 2º lugar e se preparava para chegar bem na Libertadores do ano seguinte, quando acabou sendo campeão. Após mais uma partida em que tomou para si todo o protagonismo, o velho e saudoso ranzinza jornalista Wianey Carlet, que tanto criticava os treinadores a quem sempre dizia terem menos conhecimento que sua plantação de rúculas em Viamão, se rendeu ao talento do menino de Pelotas e filosofou: “Dentro de 10 anos o tempo dirá quem terá sido melhor: Taison ou Messi”.

Taison
Cria da base, Taison chega para assumir a camisa 10 colorada, antes utilizada por ninguém menos que Andrés D'Alessandro. / Marcelo Campos/Preview.com/Gazeta Press

Pois bem: Taison trocou os milhões que recebia para jogar como protagonista em um time que vinha disputando as ligas europeias para voltar e disputar a Libertadores com o time que o revelou ao mundo. Porque sim: Apesar de a Libertadores já ter terminado para outros times menores (kkk) ela começa de verdade agora.

Tudo nessa história é simbólico. Em 2010 D’Alessandro era o cérebro. Trocou sua camisa 15, que lembrava a sua juventude, pela 10 de maestro do time. Taison era o meia que dava velocidade ao time e que quebrava as linhas do meio. Taison dava toda a velocidade que o ataque do Inter precisava para conquistar a América. Dessa vez, Taison trocou a sua 7 que vestia desde criança, pela 10, que é para não deixar dúvida a ninguém de que ele veio para trazer o jogo para si e fazer história. Ele definitivamente não está vindo só para ser mais um... E não está vindo em final de carreira, está vindo no seu auge técnico e físico.

Nesse verão eu estava na praia e acabei encontrando o Taison quando ele estava de férias com sua família (ta aí a foto para não me deixar mentir). Acreditem ou não: emprestei até um saco de carvão para ajudar no churrasquinho que ele estava fazendo. Troquei o carvão por uma foto com o craque e perguntei: "Ano que vem tu volta, né?". E ele respondeu e prometeu: "Claro que não! Esse ano eu já tô de volta!!! Espera pra ver!"

A idolatria de Taison no Internacional não se deteriorou com os anos, pelo contrário.
A idolatria de Taison no Internacional não se deteriorou com os anos, pelo contrário. / Foto: Cortesia de Roberto Rosenfeld

E aí eu pergunto: Cadê o Messi??? Já está eliminado da Champions e tomou um baile do Real Madrid no Espanhol. Um pequeno maltrapilho em um desolado e meio desconhecido time Catalão que, diz a lenda, morre de medo do Adriano Gabiru. Nunca jogou uma Libertadores e nunca voltou ao Newells - seu time de origem. Wianey não está mais aqui para ver, mas acordaria feliz hoje em saber que sua profecia se concretizou: afinal o tempo decidiu!  

facebooktwitterreddit