Müller relembra 7 a 1 no Brasil ao analisar goleada sobre o Barcelona: 'Hoje foi maior'

Nathália Almeida
Barcelona v Bayern Munich - UEFA Champions League Quarter Final
Barcelona v Bayern Munich - UEFA Champions League Quarter Final / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Único duelo de quartas de final entre equipes que já haviam conquistado a Champions, Barcelona e Bayern de Munique acabou sendo, surpreendentemente, o mais desequilibrado dos confrontos até o momento. Com uma atuação coletiva de almanaque, o clube alemão não tomou conhecimento de Lionel Messi e companhia, impondo a maior derrota da história do Barça nesta competição: 8 a 2.

Em entrevista concedida após o apito final, Thomas Müller, autor de dois gols e eleito melhor jogador da partida, não escondeu sua satisfação com a atuação coletiva do time alemão: "A nossa equipe está em uma forma incrível. Agradeço pelo troféu de melhor em campo, mas temos 12 ou 15 jogadores que merecem este prêmio. Trabalhamos com tanta intensidade que é difícil nos derrotar. Nos divertimos muito em campo hoje. Não importa quais sejam os nomes dos jogadores. Claro, o Barcelona é especial, por isso tínhamos de ser ainda mais agressivos", vibrou.

Barcelona v Bayern Munich - UEFA Champions League Quarter Final
Barcelona v Bayern Munich - UEFA Champions League Quarter Final / Pool/Getty Images

Protagonista neste confronto, o atacante alemão também foi decisivo em uma goleada histórica e que não sai da memória dos brasileiros, o 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo 2014. Perguntado sobre as similaridades entre as duas partidas, Müller surpreendeu na resposta: "Na verdade contra o Brasil não dominamos tanto. Hoje a superioridade foi maior", cravou.

O Bayern de Munique de Müller volta a campo na próxima quarta-feira (19), pela segunda semifinal da Champions League 2019/20. Seu adversário será conhecido somente neste sábado, quando Manchester City e Lyon se enfrentam pelo último confronto de quartas de final.

facebooktwitterreddit