Morumbi e Beira-Rio seguem no páreo por final da Libertadores nos próximos anos; entenda

Nathália Almeida
Feb 19, 2021, 3:16 PM GMT-3
An Empty Sao Paulo During the Coronavirus (COVID - 19) Pandemic
An Empty Sao Paulo During the Coronavirus (COVID - 19) Pandemic | Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

Na tarde desta sexta-feira (19), a Conmebol divulgou uma atualização no 'processo seletivo' dos estádios/cidades que receberão as próximas decisões de suas duas principais competições: Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.

Como destaca o globoesporte.com, três palcos brasileiros que apareciam na listagem inicial, divulgada ainda em maio de 2020, já não estão mais entre as possibilidades consideradas pela entidade: Neo Química Arena (SP) e Arena da Baixada (PR), que pleiteavam receber a decisão da Copa Libertadores; e o Maracanã (RJ), que aparecia como candidato a sediar uma final de Sul-Americana.

Internacional v América de Cali - Copa CONMEBOL Libertadores 2020
Internacional v América de Cali - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Pool/Getty Images

Das casas brasileiras que pleiteavam receber uma decisão de Libertadores no próximo triênio (21/22/23), seguem vivos o Beira-Rio, em Porto Alegre, e o Morumbi, em São Paulo. Quanto à Sul-Americana, quatro são os estádios tupiniquins que ainda têm chances de sediar uma decisão: Arena Pernambuco (PE), Castelão (CE), Fonte Nova (BA) e Mané Garrincha (DF).

Após passar pelas fases de recepção e análise de candidaturas, a Conmebol dá início ao processo de inspeções aos estádios para apuração de infraestrutura e logística. A entidade já passou pela Argentina e agora se prepara para aterrissar em solo tupiniquim: entre os dias 22 e 26 de fevereiro, representantes da Conmebol estarão no Brasil para análise de dados.

facebooktwitterreddit