Mo Salah fala sobre possibilidades de atuar no Barcelona ou no Real Madrid no futuro

Antonio Mota
Mohamed Salah não descarta atuar no Real Madrid ou no Barcelona no futuro e diz que tudo vai depender do Liverpool.
Mohamed Salah não descarta atuar no Real Madrid ou no Barcelona no futuro e diz que tudo vai depender do Liverpool. / Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images
facebooktwitterreddit

Sexto Melhor do Mundo da FIFA, o atacante egípcio Mohamed Salah não descarta a possibilidade de trocar o Liverpool pelo Barcelona ou pelo Real Madrid no futuro. Em entrevista ao diário catalão As, o camisa 11 falou que os gigantes espanhóis são times de elite e acrescentou ainda que decisão ‘está nas mãos’ do clube inglês.

"O Real Madrid e o Barcelona são clubes de topo. Quem sabe o que vai acontecer no futuro. Atualmente estou concentrado em voltar a ganhar a Premier League e a Liga dos Campeões com o Liverpool”, declarou o atacante. Cabe notar que Salah chegou à Anfield em 2017 e que ele tem contrato até meados de 2023 com os Reds.  

Salah segue sendo um dos destaques do Liverpool, mas não garante futuro em Anfield.
Salah segue sendo um dos destaques do Liverpool, mas não garante futuro em Anfield. / Pool/Getty Images

Além disso, Salah também respondeu ao questionamento de quanto tempo mais – independente do contrato – pretende continuar no Liverpool e não escondeu o jogo. “É uma pergunta difícil, mas o que posso dizer agora é que está nas mãos do clube [...] Claro que quero quebrar recordes aqui e, repito, todos os recordes do time, mas tudo está nas mãos do clube”.

Vale lembrar que o camisa 11 do Liverpool esteve ligado a uma transferência para o Barcelona após a chegada de Ronald Koeman ao Camp Nou. À época, o agente do atacante falou que ele tinha interesse na mudança, mas os rumores não se confirmaram. Antes, o egípcio foi ventilado no Real Madrid de Zidane.

Salah não gostou de não ter sido o capitão do Liverpool em partida da Champions League.
Salah não gostou de não ter sido o capitão do Liverpool em partida da Champions League. / Marc Atkins/Getty Images

Além disso, Salah também revelou que não gostou de não ter sido o capitão dos Reds na partida contra o Midtjylland, no dia 9, na última rodada da fase de grupos da Champions League. Trent-Alexander Arnold, de apenas 22 anos, recebeu a braçadeira de Jürgen Klopp – lembrando que Jordan Henderson e Georginio Wijnaldum não foram titular e que James Milner e Virgil van Dijk estão lesionados.

“Honestamente, fiquei muito desapontado. Esperava ser o capitão. Mas é uma decisão do treinador. Aceito", finalizou o egípcio de 28 anos.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit