Copa Libertadores

Miranda lamenta gol evitável, mas vê São Paulo vivo na Libertadores: 'Confronto aberto'

Nathália Almeida
Miranda teve boa atuação contra o rival Palmeiras
Miranda teve boa atuação contra o rival Palmeiras / NELSON ANTOINE/Getty Images
facebooktwitterreddit

Superior durante os primeiros 60 minutos do clássico contra o Palmeiras, pela ida das quartas de final da Conmebol Libertadores, o São Paulo deixou o gramado do Morumbi com um placar não tão positivo quanto gostaria: após sair na frente com gol do volante Luan, o Tricolor Paulista bobeou e sofreu o empate através de cobrança de falta de Patrick de Paula, gol que selou o empate em 1 a 1 e colocou o Verdão em ligeira vantagem na eliminatória.

Em entrevista concedida após o encerramento do Choque-Rei, o zagueiro Miranda lamentou o gol sofrido já no terço final da partida, classificando o lance como evitável. O experiente defensor, no entanto, fez questão de ressaltar que o Soberano está muito vivo no confronto.

"Fizemos um bom jogo. Não foi excelente, não foi perfeito, mas enfrentamos um forte adversário. Nosso time se comportou bem e abriu 1 a 0, mas infelizmente tomamos um gol de falta que se pode evitar. O confronto está aberto. Já buscamos a classificação fora contra o Racing e temos qualidade e condições de buscar a classificação", afirmou.

Luan Santos
Luan fez o gol do São Paulo no Choque-Rei / Pool/Getty Images

Palmeiras e São Paulo voltam a se enfrentar pelas quartas de final da Conmebol Libertadores na próxima terça-feira, 17 de agosto, no Allianz Parque. O empate por 1 a 1 no Morumbi obriga o Tricolor a vencer na casa de seu arquirrival, ou empatar anotando dois ou mais gols. Igualdade sem gols classifica o Palmeiras às semifinais da competição continental.

facebooktwitterreddit