Messi segue passos de "rival" e se torna segundo jogador de futebol a faturar mais de US$ 1 bilhão com carreira

Fabio Utz
FC Barcelona v Gimnastic de Tarragona - Pre-Season Friendly
FC Barcelona v Gimnastic de Tarragona - Pre-Season Friendly / David Ramos/Getty Images
facebooktwitterreddit

Até nisso um segue os passos do outro. Depois de Cristiano Ronaldo, Lionel Messi se tornou o segundo bilionário da história do futebol. Segundo a revista Forbes, ele é apenas o quarto atleta em todo o planeta atingir a astronômica quantia de faturamento em sua carreira.

David Lidstrom/Getty Images

Conforme ranking divulgado pela publicação, Messi é o jogador de futebol mais bem pago de 2020, embolsando um total de US$ 126 milhões (R$ 664 milhões), sendo US$ 92 milhões em salários e US$ 34 milhões por contratos de publicidade e outras fontes de renda. Sendo assim, entra para o seleto grupo que, além de CR7, tem o golfista Tiger Woods e o boxeador Floyd Mayweather, amobs norte-americanos.

Tiger Woods, golfista norte-americano
Tiger Woods, golfista norte-americano / Stacy Revere/Getty Images

Outro astro do esporte, Michael Jordan, também superou a casa do "bilhão". No entanto, o ex-jogador de basquete atingiu tal marca depois de encerrar sua trajetória dentro das quadras. Isso aconteceu graças a um contrato com a Nike, uma das gigantes do mercado de material esportivo.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit