Champions League

Messi, Cancelo e mais: o XI ideal combinado da segunda rodada da Champions League

Lucas Humberto
Messi fez gol e deu assistência nesta semana em Israel; PSG segue 100% na Champions League
Messi fez gol e deu assistência nesta semana em Israel; PSG segue 100% na Champions League / JACK GUEZ/GettyImages
facebooktwitterreddit

A segunda rodada da Champions League, a última antes da data Fifa, aconteceu nesta semana. Embora tenha sido menos surpreendente que a primeira, não faltaram grandes atuações. Em especial, claro, para o desempenho dos envolvidos em Bayern de Munique 2 x 0 Barcelona. Abaixo, você confere nossa seleção desta leva de partidas.

1. Manuel Neuer

Manuel Neuer, goleiro do Bayern de Munique
Segurança de Neuer se mantém entre os trunfos do Bayern / BSR Agency/GettyImages

Houveram várias tentativas do Barcelona. Foram 18 finalizações, sendo quatro no alvo. Para a sorte da torcida do Bayern de Munique, Neuer estava naqueles dias de mais pura inspiração.

2. Denzel Dumfries

Denzel Dumfries, lateral da Inter de Milão
Dumfries em ação pela Inter de Milão / Stefano Guidi/GettyImages

Com superioridade numérica depois da expulsão de Pavel Bucha, do Viktoria Plzeň, Dumfries se transformou praticamente em atacante. Não por acaso veio do lateral o segundo gol da vitória da Inter de Milão.

3. Dayot Upamecano

Dayot Upamecano, zagueiro do Bayern de Munique
Upamecano anulou algumas das principais investidas do Barcelona / Markus Gilliar - GES Sportfoto/GettyImages

A exibição do zagueiro pode ser considerada uma aula de como se portar diante de um time ofensivo. Upamecano deixou a impressão de que poderia se manter sólido independente do tempo transcorrido.

4. Lucas Hernández

Lucas Hernández, zagueiro do Bayern de Munique
Zagueiro abriu o placar para o Bayern / Markus Gilliar - GES Sportfoto/GettyImages

Foi de Lucas Hernández o gol que abriu o placar em Bayern x Barcelona. Completo em técnica e raça, o defensor entregou mais uma performance de marcação impecável e saída de bola precisa.

5. João Cancelo

Direita, esquerda, meio, defesa, último terço... ter Cancelo em campo gera em qualquer treinador a certeza de uma qualidade absolutamente singular. Na atualidade, talvez não haja um lateral tão completo quanto ele.

6. Robert Andrich

Oportunista - no melhor dos sentidos -, Andrich recebeu uma preciosa chance de abrir o placar para o Bayer Leverkusen e não desperdiçou. E olha que havia peças renomadas na defesa do Atlético de Madrid.

7. Marcelo Brozovic

Marcelo Brozovic, meia da Inter de Milão
Croata dominou o meio da Inter de Milão / Jonathan Moscrop/GettyImages

Brozovic mostrou o porquê de ter status de absoluto no meio-campo da Inter de Milão. Referência em passes precisos e duelos ganhos, o croata também participou diretamente da criação.

8. Piotr Zielinski

Piotr Zieliński, meia-atacante do Napoli
Zielinski participou da construção ofensiva do Napoli / Ivan Romano/GettyImages

Zielinski teve duas oportunidades de abrir o placar para o Napoli da marca do cal e não converteu. Ainda assim, o meia-atacante participou ativamente da construção ofensiva contra o Rangers.

9. Lionel Messi

Para matar a saudade de quem sentia falta das grandiosas exibições de Messi na Champions. Autor de um gol e uma assistência contra o Maccabi Haifa, o argentino entregou um desempenho que beirou o impecável.

10. Paulinho

Se havia favoritismo do Tottenham em Portugal, esqueceram de avisar Paulinho. Com um belo gol e uma assistência, o atacante do Sporting conseguiu destruir os Spurs em apenas 14 minutos.

11. Ferran Jutglà

Ex-Barcelona, Ferran Jutglà mostrou plena qualidade na goleada do Club Brugge sobre o Porto. Em Portugal, o atacante espanhol conduziu a elástica vitória com um tento e uma assistência.

facebooktwitterreddit