Copa Libertadores

Maycon dá vitória ao Corinthians, deixa Boca Juniors na lanterna e em situação delicada na Libertadores

Bia Palumbo
Corinthians venceu pela segunda vez na Libertadores 2022
Corinthians venceu pela segunda vez na Libertadores 2022 / NELSON ALMEIDA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Finalistas da Libertadores 2012, Corinthians e Boca Juniors se reencontraram nesta terça-feira (26), quando brilhou a estrela de Maycon, que anotou os gols da vitória por 2 a 0 em Itaquera. O
meio-campista revelado na base do clube comemorou gritando, como se representasse um dos 44 mil torcedores que foram ao estádio. De quebra, o resultado ainda quebra um tabu: esta foi a primeira vez que um time argentino saiu da Neo Química Arena derrotado.

Sem o técnico Vítor Pereira, que está com Covid-19 e sequer ficou no banco de reservas, o Alvinegro do Parque São Jorge entrou em campo com um time modificado que mesclou jogadores experientes como os atacantes Willian e Jô, jovens no meio de campo (Maycon e Du Queiroz, deixando o ídolo Paulinho no banco) e uma defesa híbrida, com Fagner e Fabio Santos nas laterais, ambos com mais rodagem no elenco, e a zaga formada por João Victor e Raul Gustavo, crias da categorias de base do clube.

Empurrado pela Fiel, sob olhar de quase 45 mil torcedores, o time do Parque São Jorge foi para cima e conseguiu abrir vantagem logo aos cinco minutos, quando Fagner cruzou e Maycon fechou no meio da área para balançar a rede. A partir daí o time se fechou, tanto que terminou a partida com menos posse de bola (42%).

O Boca Juniors sentiu a falta de jogadores como Villa e Pavón, que estavam suspensos, e nem Toto Salvio nem Óscar Romero conseguiram incomodar o goleiro Cássio. O camisa 12 praticamente trabalhou na reposição de bola, visto que em momento algum os argentinos esboçaram um tipo de reação.

Na reta final da primeira etapa a temperatura esquentou, com direito a bate-boca entre os jogadores e algumas faltas duras, tanto que a arbitragem distribuiu cinco cartões amarelos em cinco minutos.

Apesar da vantagem, o Timão voltou para o segundo tempo com gás renovado - Jô e Adson saíram, Róger Guedes e Mantuan ganharam chance. Sebastián Battaglia respondeu com Darío Benedetto e Exequiel Zeballos, mas o nome da noite mesmo era Maycon. Ele aproveitou uma descida de Guedes pela esquerda, que foi à linha de fundo e cruzou, então o camisa 5 completou a festa alvinegra.

Estatísticas de Corinthians 2 x 0 Boca Juniors

Posse de bola: 42% - 58%
Finalizações: 8 - 7
Finalizações no gol: 3 - 4
Grandes chances: 1 - 1
Passes certos: 313 (77%) - 478 (84%)

Com este resultado, o Corinthians pulou para a ponta do grupo E, com seis pontos, ultrapassando o Deportivo Cali (Colômbia), que visita o Always Ready (Bolívia) no complemento da rodada. Ambos possuem três pontos, assim como o Boca Juniors, lanterna porque já fez as três partidas.

facebooktwitterreddit