Palmeiras

Manutenção e estabilidade: como a constância na escalação do Palmeiras explica o título brasileiro

Antonio Mota
O Palmeiras segurou peças e manteve um XI inicial forte em sua jornada até o título do Campeonato Brasileiro.
O Palmeiras segurou peças e manteve um XI inicial forte em sua jornada até o título do Campeonato Brasileiro. / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após semanas como “virtual campeão”, o Palmeiras garantiu matematicamente o título do Campeonato Brasileiro de 2022 nesta quarta-feira (2), sem nem mesmo precisar entrar em campo, já que seu único perseguidor (Internacional) foi derrotado em Minas Gerais e já não pode mais alcançar o Verdão. Com o troféu, o time paulista mostrou sua força, manteve a rotina de "voltas olímpicas" e se tornou o primeiro hendecacampeão da história da Série A. Isso sem falar da consolidação da equipe como uma das potências do Brasil e da América do Sul.

Em sua grande jornada até esse título, o Verdão se destacou por ser uma equipe muito competitiva, sólida e eficiente, com valências tanto para atacar quanto para defender. Essas são apenas algumas das características da equipe comandada por Abel Ferreira, que, entre uma chegada (contratação ou base) e outra, se notabilizou por alcançar o sucesso através da manutenção dos nomes que já se estabeleceram no Allianz Parque.

Todo mundo sabe o onze inicial alviverde... E não há mal nisso!

Prova disso é que o Palmeiras foi a campo com escalações bem parecidas tanto na estreia, em abril, quanto no "jogo da volta olímpica", nesta quarta – mesmo com mais de seis meses separando uma partida da outra. A equipe estreou no Brasileirão 2022 no dia 9 de abril, quando perdeu por 3 a 2 para o Ceará, e confirmou o título hoje, 2 de novembro, horas antes da partida contra o Fortaleza. Ambos os jogos aconteceram no Allianz Parque.

Palmeiras na estreia da Série A 2022: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Jorge; Danilo, Zé Rafael, Dudu, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa; Rony.

Mayke, Atuesta, Rafael Navarro, Giovani e Gabriel Veron foram acionados ao longo da partida.

Palmeiras no jogo do título da Série A 2022: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Dudu, Rony e Endrick.

Abel Ferreira
Abel Ferreira segue fazendo história no Palmeiras. / Ricardo Moreira/GettyImages

Ao olhar esses “dois” Palmeiras, é possível perceber que nove jogadores seguem firmes na equipe de Abel Ferreira. São eles: Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo, Danilo, Zé Rafael, Dudu, Gustavo Scarpa e Rony. Mais, Piquerez não atuou na estreia porque estava em transição física e Veiga só deixou o XI inicial agora por estar lesionado. Seriam mais dois nomes na conta.

Ou seja, somente o prodígio Endrick, que ganhou terreno nas últimas semanas e apareceu como titular nesta semana, aparece como uma real mudança neste Palmeiras.

Com a manutenção do elenco e em especial XI inicial, o Palmeiras chegou ao título da Série A do Campeonato Brasileiro de 2022 com autoridade e sem dar grandes chances aos adversários. É o Verdão de Abel Ferreira fazendo história mais uma vez.

facebooktwitterreddit