Manchester City

Manchester City tem surto de Covid-19 que atinge Guardiola e soma 21 casos no total

Bia Palumbo
Manchester City tem dois jogos nos próximos 10 dias, inclusive clássico
Manchester City tem dois jogos nos próximos 10 dias, inclusive clássico / IAN KINGTON/GettyImages
facebooktwitterreddit

Além de Tottenham e Liverpool, que tiveram jogos adiados, outro gigante da Premier League confirmou o aumento do número de casos de Covid-19 no elenco. Trata-se do Manchester City, que tem o técnico Pep Guardiola e outros 21 infectados, dentre eles jogadores como Phil Foden. Até o momento, porém, o confronto diante do Swindon Town pela FA Cup nesta sexta-feira (7) está mantido.

"Para preencher o time e viajar com cinco, seis substitutos, vamos usar jogadores do segundo time. Vamos viajar com uma mistura dos dois e obviamente tentar ganhar e fazer o melhor do jogo", declarou o auxiliar técnico Rodolfo Borrel.

A variante ômicron provocou uma explosão de casos na Europa. Apenas na Inglaterra, em dezembro 17 partidas foram adiadas e nesta primeira semana de 2022 aconteceu o mesmo com mais dois confrontos.

"A FA Cup é muito especial. Esse é um dos títulos que estamos mais orgulhosos de alcançar nos últimos 6 anos. É importante ir bem e avançar de fase. Vai ser muito duro, como qualquer outro confronto nesta competição"

Rodolfo Borrel, auxiliar de Guardiola

Confira a nota oficial divulgada pelo City:

"Pep Guardiola vai perder a viagem da FA Cup amanhã à noite para Swindon Town depois de testar positivo ao Covid-19. O treinador do City testou positivo esta terça-feira, juntamente com o assistente Juanma Lillo. Ambos estão agora em isolamento, junto a uma série de outros casos positivos dentro da bolha da primeira equipe do City.

Isso traz o número de pessoas isoladas por motivos relacionados à Covid entre o grupo para 21. Desse número, 14 são funcionários de bastidores com sete jogadores da equipe principal.

O treinador adjunto Rodolfo Borrell vai comandar a equipe na viagem a Swindon."

facebooktwitterreddit