Luan Peres abre o jogo sobre situação contratual junto ao Santos: 'Não depende só de mim'

Nathália Almeida
Santos v Defensa y Justicia - Copa CONMEBOL Libertadores 2020
Santos v Defensa y Justicia - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

Apesar de um início irregular com a camisa do Santos, Luan Peres se estabeleceu como titular absoluto e peça importantíssima para o elenco alvinegro na atual temporada, assumindo a vaga deixada por Gustavo Henrique, que rumou ao Flamengo. O momento vivido pelo defensor de 26 anos é muito bom mas, para a preocupação do torcedor alvinegro, seu tempo na Vila Belmiro pode estar chegando ao fim.

Como destaca a Gazeta Esportiva, Luan Peres está emprestado ao Peixe somente até o dia 31 de dezembro deste ano. Seu passe pertence ao Club Brugge (BEL), que já deixou claro que não aceitará um novo empréstimo e dificulta até mesmo uma extensão pontual do vínculo até fevereiro de 2021, quando acabará oficialmente a temporada 2020. A princípio, o único jeito de assegurar a manutenção do camisa 14 é ativar a opção de compra firmada no contrato: 5 milhões de euros (R$ 32 milhões), cifras que estão fora da realidade alvinegra hoje.

Santos v Red Bull Bragantino Play Behind Closed Doors the First Round of the 2020 Brasileirao Series
Santos v Red Bull Bragantino Play Behind Closed Doors the First Round of the 2020 Brasileirao Series / Miguel Schincariol/Getty Images

"São 5 milhões de euros e o Santos tem opção de compra. Todos sabem da atual situação financeira do Santos. Torcida às vezes não entende muito, não depende só de mim. Recebo mensagens no direct [Instagram] e quero ficar, estou feliz, mas Brugge quer vender para não correr risco de perder de graça em um ano (contrato termina em junho de 2022). Não sei se Santos vai poder me contratar em definitivo. Diz o Santos que negocia, mas para mim ninguém falou nada se fico ou vou. Ainda estou meio perdido sobre esse assunto", afirmou o atleta ao programa 'Baita Amigos', da Bandsports.

A reportagem da Gazeta Esportiva entrou em contato com o Club Brugge, que através do diretor Roel Vaeyens, resumiu a situação do atleta: "Por que o Brugge emprestaria? Há interesse de outros clubes, também no Brasil", afirmou.

facebooktwitterreddit