Premier League

Liverpool x City em duelo particular e Chelsea irreconhecível: um resumo da rodada da Premier League

Lucas Humberto
Chelsea viu o Brentford conduzir uma goleada em seus próprios domínios
Chelsea viu o Brentford conduzir uma goleada em seus próprios domínios / Harriet Lander/Copa/GettyImages
facebooktwitterreddit

Depois dos compromissos da última data FIFA, é hora de voltar as atenções novamente aos principais torneios europeus. Na manhã deste sábado (02), parte da 31ª rodada da Premier League foi disputada. Para além da acirrada briga pelo título nacional, tivemos uma surpreende goleada em Stamford Bridge. E não foi do Chelsea.

1. Liverpool impõe marca impressionante

Fabinho Liverpool Watford Premier League
De pênalti, Fabinho garantiu a vitória dos Reds por 2 a 0 / Clive Brunskill/GettyImages

Em Anfield, os Reds não desperdiçaram a chance de emplacar a 10ª vitória consecutiva no Campeonato Inglês. A vítima da vez foi o Watford, que viu Diogo Jota e Fabinho sacramentarem um 2 a 0 digno de liderança.

Klopp e seus comandados assumiram a ponta da competição por algumas horas. Contudo, a vitória do City levou o clube de Manchester de volta ao primeiro lugar.

2. Empate com gosto de derrota para Brighton e Norwich

Neal Maupay Brighton Norwich Premier League
Maupay não agradou muito seus torcedores / Mike Hewitt/GettyImages

Ambos precisavam da vitória: o Brighton para se afastar da zona do rebaixamento e o Norwich para tentar fugir da lanterna. Pena que nenhum dos dois atingiu seu objetivo. E olha que os Seagulls tentaram: foram 31 finalizações (quatro no alvo) e mesmo assim o placar terminou zerado. Um ponto valioso, mas que ajuda pouco.

3. Tarde tranquila para Guardiola

Kevin De Bruyne Premier League Manchester City Burnley Liverpool
De Bruyne, sempre regular, guardou o seu / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages

Mesmo pressionado pela vitória do Liverpool e a consequente perda momentânea da liderança, os Citizens controlaram o Burnley como se estivessem dentro dos seus domínios. Com 18 finalizações contra três, o placar de 2 a 0 pareceu até pouco expressivo. De Bruyne e Gündoğan anotaram.

Será que dá para manter o bom ritmo? Os próximos compromissos de Pep Guardiola serão espécies de "decisões": Atlético de Madrid, pelas quartas da Champions League, e Liverpool, em duelo que tem potencial de definir quem leva a taça do Campeonato Inglês. É rato que, por enquanto, o City segue na ponta do Inglês

4. Anotou a placa, Thomas Tuchel?

Vitaly Janelt Chelsea Premier League Brentford
Defesa do Chelsea teve dia sofrível / GLYN KIRK/GettyImages

Em pleno Stamford Bridge, não tinha como o Chelsea não se sobressair, certo? Errado! Taticamente perfeito, o Brentford fez o que se esperava: prezou pela consistência defensiva de início. Impedidos de avançar, os Blues só encontraram as redes com Rüdiger, no segundo tempo, arriscando da intermediária.

Mas não deu nem tempo da torcida comemorar. Num dia de desatenção total da defesa londrina, que cedeu exatamente o espaço que os visitantes precisavam, os Bees foram impiedoso: Vitaly Janelt (duas vezes), Eriksen e Yoane Wissa garantiram um 4 a 1 histórico. Dia para Thomas Tuchel apagar da memória.

5. Leeds chega ao terceiro compromisso sem derrota

Jack Harrison Leeds Premier League Southampton
Harrison foi às redes / Stu Forster/GettyImages

Tentando manter distância da zona do rebaixamento, o Leeds United sabe da importância de cada ponto. E embora o empate em 1 a 1 com o Southampton não seja ideal, permitiu ao clube chegar ao terceiro jogo sem derrota. Jack Harrison anotou pelos mandantes, com Ward-Prowse descontando.

6. Aston Villa paga caro pelo início ruim

Jonny Castro Otto Aston Villa Wolverhampton Premier League
Jonny Castro foi às redes / Malcolm Couzens/GettyImages

Em seu terceiro revés seguido, o Aston Villa não conseguiu se recompor como deveria depois da boa vantagem construída pelo Wolverhampton na primeira parcial. Jonny Castro e Ashley Young (contra) deixaram os donos da casa tranquilos.

Ollie Watkins até descontou na segunda parcial, de pênalti, mas já era tarde demais. Com o resultado adverso de 2 a 1, os Villains podem perder posição dependendo da combinação de outros resultados. Por outro lado, os Wolves colaram de vez no Manchester United. Olho neles...

facebooktwitterreddit