Lisca faz forte desabafo e apela às autoridades por conta da Covid-19: 'O Brasil parou'

Antonio Mota
Mar 4, 2021, 9:55 AM GMT-3
"É hora de segurar a vida", afirmou Lisca.
"É hora de segurar a vida", afirmou Lisca. | Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

Em meio ao pior momento do Brasil contra o novo coronavírus – a última quarta-feira (3) registrou o novo recorde de mortes diárias, 1.910 – e início de uma nova temporada no futebol do país, o técnico Lisca, do América-MG, desabafou e fez um apelo às autoridades do esporte, sobretudo à CBF. Ao Premiere, o técnico pediu para que algo seja feito e citou a Copa do Brasil.

"Vou aproveitar para fazer um apelo às autoridades do Brasil, principalmente à CBF. É quase inacreditável que saiu uma tabela da Copa do Brasil hoje com oitenta clubes para o dia 10, dia 17, que vamos levar jogador com delegação de 30 jogadores de um lado para outro do país", afirmou o treinador, antes da partida frente Athletic, em Juiz de Fora, pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro.

FBL-CONMEBOL-LIBERTADOES-FINAL-PRESSER
Lisca pediu às autoridades que algo seja feito: “Nós estamos apavorados”. | NORBERTO DUARTE/Getty Images

"Nosso país parou, gente. Não tem lugar nos hospitais, eu estou perdendo amigos, amigos treinadores. É hora de segurar a vida. Aqui no Mineiro tudo bem, é mais perto, mas como vão levar uma delegação do norte para o Sul. Presidente Caboclo, pelo amor de Deus, Juninho Paulista, Tite, Kléber Xavier, autoridades. Nós estamos apavorados", completou Lisca.

Recentemente, o América-MG divulgou que três jogadores do clube testaram positivo para a Covid-19, sendo eles: o volante João Gabriel e os atacantes Marcelo Toscano e Kawê.

Com informações da ESPN Brasil.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit