Série A italiana

Liderança ameaçada: os 5 fatos que contam o tropeço do Milan sobre a Udinese

Bia Palumbo
Pouco acionado, Giroud teve atuação discreta
Pouco acionado, Giroud teve atuação discreta / Jonathan Moscrop/GettyImages
facebooktwitterreddit

A 27ª rodada do Campeonato Italiano começou com um resultado surpreendente, visto que o líder Milan recebeu a Udinese no San Siro e empatou em 1 a 1. Rafael Leão colocou o rubro-negro na frente, porém a equipe caiu de produção na etapa final e saiu de campo com apenas um ponto.

Apesar de tradicional no futebol italiano, a equipe de Udine vive uma temporada irregular, brigando mais na parte de baixo da tabela (26 pontos, apenas quatro acima da zona de rebaixamento), por isso vencer era fundamental para o time de Stefano Pioli evitar que a Inter de Milão atinja a mesma pontuação do rival - para isso basta uma vitória simples sobre o Genoa.

1. O maestro

Brahim Diaz, Walace
Brahim Díaz é o camisa 10 do Milan / Marco Luzzani/GettyImages

Praticamente todas as ações ofensivas do Milan no primeiro tempo passaram pelos pés de Brahim Díaz, que também desarmou no campo de defesa, colocou Calabria e Junior Messias em condições de finalizar na cara do gol, mas na primeira o lateral chutou cruzado para fora e na outra o zagueiro Rodrigo Becão fez o corte antes da bola chegar no compatriota. O espanhol ainda provocou um cartão amarelo para Nehuén Pérez.

2. Homem gol

FBL-ITAL-SERIEA-ACMILAN-UDINESE
Português de 22 anos também soma 6 gols na temporada / MIGUEL MEDINA/GettyImages

Rafael Leão se consolidou como o principal artilheiro do Milan na temporada, com 11 gols, ultrapassando Ibrahimovic, que começou no banco. No início do segundo tempo, recebeu uma pancada na perna direita que gerou cartão amarelo para o brasileiro Rodrigo Becão, capitão da Udinese, e após o atendimento dos médicos seguiu em campo normalmente.

3. Falta de repertório

Sandro Tonali, Gerard Deulofeu
Deulofeu já anotou sete gols e duas assistências nesta temporada / Marco Luzzani/GettyImages

A Udinese praticamente só conseguiu chegar ao ataque no primeiro tempo em duas jogadas com cabeçadas de Beto e um lance individual de Deulofeu que carregou da esquerda, invadiu a área, mas demorou a concluir - só finalizou quando estava perto da linha de fundo, quase sem ângulo, quando chutou de bico, facilitando a defesa do goleiro

4. Oportunismo

Destiny Udogie
Italiano Udogie deixou o dele aos 22 do segundo tempo / Marco Luzzani/GettyImages

No segundo tempo o time visitante voltou melhor e o técnico Gabriele Cioffi esperou aqueles tradicionais 10 minutos após o intervalo para mexer na equipe. Um dos que entraram foi Udogie. E o gol surgiu após uma sequência de erros da defesa milanista. Pablo Marí cobrou lateral dentro da área, a bola cruzou até o outro lado sem ser interceptada e, para completar, Romagnoli se atirou na bola, mas o italiano estava desequilibrado e nem adiantou esticar o pé porque o no duelo entre os dois camisas 13, o da Udinese chegou por trás e estufou a rede.

5. Maignan salvou

Gerard Deulofeu, Daniel Maldini
Deulofeu foi um dos destaques da Udinese / Marco Luzzani/GettyImages

Nos acréscimos a equipe alvinegra quase virou a partida, após chute de Deulofeu que Maignan buscou no canto esquerdo e cedeu o escanteio, mas no final ninguém conseguiu aproveitar.

facebooktwitterreddit