Corinthians

Na Justiça! Lateral Michel Macedo move processo trabalhista contra o Corinthians; veja detalhes

Lucas Humberto
Lateral não deixou boas lembranças no Parque São Jorge
Lateral não deixou boas lembranças no Parque São Jorge / Miguel Schincariol/GettyImages
facebooktwitterreddit

Mais um processo, Corinthians? Michel Macedo, lateral-direito que defendeu o manto alvinegro entre 2018 e 2021, acionou o Timão na Justiça do Trabalho. A primeira audiência na 90ª Vara de São Paulo está marcada para o início de agosto. Segundo informações do portal Meu Timão, o jogador fez vários pedidos de natureza trabalhista.

Michel Macedo Corinthians Processo
Michel Macedo disputou somente 30 partidas pelo Timão / Miguel Schincariol/GettyImages

Ao longo dos seus anos de atuação, o jogador recebeu três aumentos salariais. Todos os pedidos feitos pelos advogados do lateral, que deram à causa um valor inicial de R$ 3.648.846,42, tiveram reflexo na remuneração do atleta. Segundo a ação, ele teve os seguintes vencimentos no Parque São Jorge:

  • R$ 60 mil/mês - out/2018 a dez/2018;
  • R$ 200 mil/mês - jan/2019 a dez/2019;
  • R$ 250 mil/mês - jan/2020 a dez/2020;
  • R$ 300 mil/mês - jan/2021 a dez/2021.

Na petição, o advogado de Michel diz que "... ao longo do período contratual, o clube reclamado deixou de adimplir com parcelas remuneratórias dos contratos de trabalho, pagando extemporaneamente as férias devidas ao reclamante e, ainda, deixando de realizar alguns depósitos de FGTS. Desta forma, a presente reclamação trabalhista pretende permitir o ressarcimento das verbas efetivamente devidas pelo reclamado em face do reclamante". Ele ainda garantiu que o Corinthians reduziu em 25% o salário do jogador nos meses de maio, junho e julho de 2020 - auge da pandemia de Covid-19.

Sobre a diminuição, o advogado explicou que o processo foi realizado "sem qualquer formalização de documento coletivo ou mesmo individual, em total desrespeitos às normas vigentes e formalidades que permitiam a redução salarial aos trabalhadores". À época, o Corinthians informou em nota que todos os jogadores sob contrato tiveram o percentual reduzido.

Para mais notícias do Corinthians, clique aqui.

facebooktwitterreddit