Jorge Salgado empolga em início de mandato, e mudanças na gestão começam a ser vistas no Vasco

Pedro José Domingues
O presidente eleito do Vasco, Jorge Salgado, em entrevista coletiva para início dos trabalhos à frente do clube.
O presidente eleito do Vasco, Jorge Salgado, em entrevista coletiva para início dos trabalhos à frente do clube. / Mauricio Almeida/Am Press & Images/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Em processo de transição das gestões dos presidentes Alexandre Campello e Jorge Salgado - novo presidente -, o Vasco começa a ter mudanças em sua gestão e na diretoria. O novo mandatário auxiliou o ex-presidente nessa reta final de gestão, sendo determinante no retorno de Vanderlei Luxemburgo e no início de uma profissionalização da diretoria vascaína,

Bastaram poucos dias úteis de mandato no clube para Salgado anunciar as chegadas de Alexandre Pássaro para diretor executivo de futebol e de Luiz Mello para CEO corporativo. Pássaro teve uma boa passagem pelo São Paulo atuando como Gerente Executivo de Futebol, sendo determinante na modernização do Departamento de Futebol do tricolor, em contratações de peso e em uma maior integração de jovens da base com o profissional.

Luiz Mello chega para ocupar uma função abaixo apenas de Salgado, e acima dos vice-presidentes do Vasco. O novo CEO corporativo do Vasco terá de coordenar e integrar todos os departamentos do clube, auxiliando nas execuções orçamentárias e cumprimento de metas. Um passo adiante em busca de uma reestruturação do Club.

Em seu perfil oficial do Twitter, o presidente Salgado reitera a importância de Mello para agregar eficiência, otimizar os custos e garantir a qualidade dos serviços do clube. Em sua carreira, Luiz foi presidente da APFUT, órgão responsável por fiscalizar o cumprimento do Profut.

Além de anunciar as chegadas dos dois executivos, Jorge Salgado garantiu a permanência de Carlos Brazil, que vem sendo cada vez mais elogiado na função de gerente de futebol de base. Nessa nova gestão, a expectativa é que Brazil assuma o cargo de diretor da base no novo departamento de futebol.

"Entendemos que era necessária a criação de uma nova metodologia, principalmente na parte técnica, onde toda a base estivesse incluída, desde 6 até 20 anos de idade. Queríamos um modelo de jogo que fosse adequado para todas as categorias, para que a transação pudesse ser mais simplificada."

Carlos Brazil, ao site Papo na Colina

A base do Vasco realmente foi um ponto bastante positivo nessa última década, com sucesso impulsionado pelo ótimo trabalho de Carlos Brazil. Não à toa, o sub-20 conquistou três títulos nessa última temporada, com destaque para a inédita conquista da Copa do Brasil, na última semana. A expectativa é que cada vez mais subam jogadores capacitados para integrar os profissionais e, com uma gestão cada vez mais modernizada e inteligente, boas vendas no futuro virão.

Outro ponto importantíssimo nesse início de gestão da Mais Vasco é a provável permanência do meia argentino Martín Benítez até o final do Brasileirão. O contrato de empréstimo de um ano havia terminado, e os dirigentes do Independiente-ARG só aceitariam negociar um novo vínculo do atleta com o Vasco por meio da compra de seus direitos, em um valor próximo a 20 milhões de reais.

Um dos trunfos da candidatura de Leven Siano era a compra de Benítez com investimento próprio, sem nem ter terminado o processo eleitoral, tornando-se um tipo "salvador da pátria" para seus eleitores.

No entanto, com a transição das gestões de Campello e Salgado, o clube carioca está próximo de acertar a prorrogação de um empréstimo até o final do Campeonato Brasileiro, fato que Benítez seria peça fundamental na recuperação do time no campeonato.

As expectativas e perspectivas de melhora no Vasco já são outras, e o triênio de Jorge Salgado como mandatário pode ser o pontapé inicial para a profissionalização do clube e uma modernização de todos os processos ultrapassados lá de dentro.

O Vasco precisava de um perfil de liderança tranquilo, conciliador, desinteressado em criar e alimentar inimizades e, principalmente, ser uma antítese das bravatas vividas pelo Club nos últimos tempos. A ver...

Para saber das promessas de Jorge Salgado, da chapa Mais Vasco, para o próximo triênio, clique aqui.

facebooktwitterreddit