LaLiga

Jogo de posição e perde-pressiona: como é o estilo de jogo que Xavi está buscando no Barcelona?

Daniel Farias
Xavi assumiu o Barça no início de novembro
Xavi assumiu o Barça no início de novembro / PAU BARRENA/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Barcelona fez contra o Sevilla um de seus melhores jogos desde o início da temporada, mas ainda assim bateu na trave e não conseguiu vencer mesmo com vantagem numérica desde a expulsão do zagueiro Koundé. Dentro de campo foi possível perceber sinais de uma equipe que pouco a pouco retoma o caminho certo. Apesar disso, ainda há um longo caminho a ser percorrido para o Barcelona voltar de fato a ser o que já foi.

Em coletiva de imprensa, Xavi Hernández afirmou que aos poucos o Barcelona está ficando mais parecido com a equipe que o treinador deseja ver em campo. Qual é a forma de jogar, portanto, que Xavi deseja ver no time blaugrana?

Ronald Araujo
Eliminado na Champions League, Barça tem desempenho abaixo do esperado em LaLiga / Fran Santiago/GettyImages

O DNA do Barça gira principalmente em torno de duas ideias: 'perde-pressiona' e 'jogo de posição'. Vamos analisar cada um deles separadamente:

Para começar, o 'perde-pressiona' tem que ser sufocante e muito coordenado entre todos os jogadores para que tenha efeito. Desde que Luis Enrique saiu foi possível perceber que tanto Ernesto Valverde como Ronald Koeman tentaram trabalhar essa forma de recuperação de bola, mas sem muito sucesso.As principais razões para isso eram a falta de coordenação e de velocidade dos movimentos. A ausência dessas características é incompatível com esse sistema. É preciso reconhecer que o Barcelona avançou nesse sentido sob o comando de Quique Setién.

Xavi Hernandez
Barcelona de Xavi está em 7º lugar no Campeonato Espanhol, 15 pontos atrás do líder Real Madrid / Soccrates Images/GettyImages

A segunda chave é o 'jogo de posição'. Não deve ser entendido como uma intensa troca de passes por si só, porque foi possível perceber que os piores jogos do clube aconteceram quando a equipe trocava passes constantemente no meio-campo, sem movimentação ou velocidade.

Esse estilo consiste em fazer com que a bola vá avançando desde a defesa, com os laterais abertos e uma equipe bem organizada até chegar no 'terceiro quarto' do campo. Nesse momento, a maioria dos jogadores tem liberdade para se movimentar. Quando esta forma de jogar funciona, a equipe que a pratica normalmente é praticamente 'imparável' (um bom exemplo é o Manchester City de Pep Guardiola).

Apesar das dificuldades dentro e fora de campo, Xavi possui conceitos bem definidos e sabe que aos poucos vai fazer com que todos os jogadores entendam o que ele quer transmitir.

facebooktwitterreddit