Brasileiro Série B

Jogadores do Cruzeiro cumprem promessa de greve e ficam de fora da reapresentação

Vitor Beloti
Raposa tem o técnico Vanderlei Luxemburgo no comando
Raposa tem o técnico Vanderlei Luxemburgo no comando / Washington Alves/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após o empate na última terça-feira (12) diante do Botafogo, por 0 a 0, em Minas Gerais, os jogadores do Cruzeiro receberam folga na quarta-feira e teriam que se reapresentar na tarde desta quinta-feira (14), pensando já no próximo jogo do Campeonato Brasileiro da Série B.

No entanto, na tarde desta quinta-feira (14), os jogadores cumpriram a promessa de iniciar uma greve por conta de salários atrasados e não compareceram na Toca da Raposa para iniciar a atividade. De acordo com o comunicado do clube, apenas os atletas que estão em tratamento no Departamento Médico estiveram no clube pela manhã, além de alguns funcionários. Do elenco, apenas Wellington Nem, Flávio, Marcinho e Henrique estão de fora por problemas médicos.

Os jogadores relataram na última quarta-feira (13), por meio de uma carta aberta nas redes sociais, que entrariam em greve por causa dos salários atrasados. Através do documento, eles ainda afirmaram que chegaram a ficar mais de seis meses sem receber. Além da equipe principal, os jogadores do Sub-20 também entraram em greve, e publicaram uma carta idêntica a do profissional. Os atletas chegaram a fazer uma paralisação de um dia na semana passada, também por conta da falta de pagamento dos salários.

O próximo jogo do Cruzeiro será diante do Avaí, na próxima sexta-feira (22), fora de casa, pela 31ª rodada da Série B.

facebooktwitterreddit