Grêmio

Jean Pyerre trata como "mentira" informação sobre pedido para deixar o Grêmio

Fabio Utz
Meia não consegue apresentar o futebol que dele se espera
Meia não consegue apresentar o futebol que dele se espera / LIAMARA POLLI/Getty Images
facebooktwitterreddit

O meia Jean Pyerre, através de uma Live em seu Instagram, desmentiu a informação surgida na manhã desta terça-feira de que havia conversado com o técnico Tiago Nunes e pedido para sair do Grêmio. Ele tratou a situação como uma "fake" plantada via imprensa.

"Tudo que foi dito de qualquer bagulho que eu tenha falado é mentira. Isso é boato, não tem nada a ver. Independente do momento que se vive, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. E essa situação aí é uma situação séria, uma parada para se falar assim. É só pra dizer que isso é fake, que não tem história nenhuma", disse o meio-campista, que está com 23 anos e chegou a ser tratado como uma "joia rara" pela direção gremista.

Ele jamais conseguiu se firmar entre os titulares e ser um jogador diferenciado. Com a chegada do novo treinador, havia a esperança de que algo mudasse - afinal, eles trabalharam juntos na base -, o que ainda não aconteceu. Mesmo assim, Jean Pyerre reforçou sua posição. "É sempre assim né. Sempre tendo que ligar meu nome para algo ruim. Talvez às vezes alguém fala algo demais, fala alguma coisa. Mas é só pra dizer que é fake, pra dizer que não tem nada disso e que essa história é mentira. Tamu junto", completou. Recentemente, o profissional recebeu uma proposta do Vancouver Whitecaps, do Canadá, mas a mesma foi recuada pelo Grêmio.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

facebooktwitterreddit