Irmã de CR7 diz que teste positivo do astro é uma "fraude"; atleta pode perder duelo contra Messi na Champions

Cristiano Ronaldo, Benjamin Pavard
Aurelien Meunier/Getty Images

A irmã de Cristiano Ronaldo, Katia Aveiro, se revoltou com o anúncio da Federação Portuguesa de Futebol dando conta do teste positivo do craque para o novo coronavírus - mesmo assintomático, o atleta foi imediatamente isolado. Em postagem nas redes sociais, ela tratou o fato como uma "fraude".

Portugal v Switzerland - FIFA 2018 World Cup Qualifier
Katia Aveiro diz que mundo precisa "abrir os olhos" | Carlos Rodrigues/Getty Images

Segundo Katia, o mundo está sendo tratado como "fantoche" e precisa "abrir os olhos". "Se tem que ser Cristiano Ronaldo a fazer acordar o mundo, tenho que dizer que este português é mesmo um predestinado, um enviado de Deus. Obrigado! Acredito que hoje uns bons milhares vão passar a acreditar tanto nesta pandemia, nos testes, nas medidas tomadas, como eu... Maior fraude que assisti desde que nasci", escreveu.

Uma frase que li hoje e aplaudi de pé: Já chega que fazer o mundo de fantoche. Alguém abre os olhos, por favor.

Katia Aveiro, irmã de Cristiano Ronaldo

Na manhã desta quarta-feira, o atleta da Juventus retornou a Turim em voo privado e seguirá a quarentena em sua casa. No entanto, ele corre risco de perder o grande duelo contra o Barcelona, de Lionel Messi, dia 28, pela Champions League. Conforme protocolo da Uefa, o jogador, para entrar em campo, precisa apresentar um teste negativo para a Covid-19, no mínimo, sete dias antes da partida. Já é certo que o português não irá enfrentar o Crotone, sábado, na retomada do Campeonato Italiano, e também o Dínamo de Kiev, na terça-feira, quando a equipe faz sua estreia na competição europeia.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.