Atlético MG

Investidor detalha causas do desencontro entre Atlético-MG e Jorge Jesus

Lucas Humberto
Rubens Menin, investir do Galo, disse durante entrevista à Radio Bandeirantes que a questão temporal foi crucial
Rubens Menin, investir do Galo, disse durante entrevista à Radio Bandeirantes que a questão temporal foi crucial / Carlos Rodrigues/GettyImages
facebooktwitterreddit

Forte nome nos bastidores do Atlético-MG após saída de Cuca, Jorge Jesus acabou não assumindo o comando do Galo. Mas, segundo informações de Rubens Menin, investidor do Galo, não foi por falta de interesse do luso. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, ele explicou que as questões temporais e contratuais foram determinantes.

Jorge Jesus Benfica Atlético-MG Rubens Menin
Jorge Jesus deixou o comando do Benfica / Carlos Rodrigues/GettyImages

"O Jorge Jesus tem um contrato com o Benfica que ainda não foi completamente desfeito. O tempo dele não atendia o tempo do Atlético. Não é que ele não quisesse, até queria, tinha interesse, mas o tempo dele não dava certo", explicou Menin. Vale ressaltar que as declarações do mecenas do atual campeão repercutiram na imprensa lusa, incluindo do tradicional portal O Jogo.

"Nós precisávamos de um treinador para segunda-feira. Ele mostrou interesse, mas tinha alguns compromissos para resolver antes e isso não ia ao encontro das nossas necessidades imediatas", completou Rubens. Diante dos desencontros nas tratativas com o Mister, o Galo agiu rápido para trazer Antonio 'El Turco' Mohamed. Qual será o destino de JJ?

facebooktwitterreddit