Copa Libertadores

Início de campanha dos brasileiros na Libertadores é o segundo melhor no século - veja números

Nathália Almeida
May 8, 2021, 5:16 PM GMT-3
Atual campeão, Palmeiras faz grande início de Libertadores 2021
Atual campeão, Palmeiras faz grande início de Libertadores 2021 / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Depois de uma primeira rodada mediana - com derrotas de Internacional e Santos, além de empates de Atlético-MG e Fluminense -, clubes brasileiros "engataram a quinta marcha" e tiveram um grande desempenho nas duas jornadas seguintes da fase de grupos da Conmebol Libertadores. Nas redes sociais, muitos torcedores se perguntaram se tratava do melhor início de representantes do nosso país na competição neste século e, por mais que a sensação fosse de que 'sim', a resposta é não.

De acordo com o levantamento do Transfermarkt, clubes brasileiros somam 73% de aproveitamento total de pontos nestas três primeiras rodadas da fase de grupos da Libertadores, o que simboliza o segundo melhor início de representantes do país na competição neste século XXI. O melhor desempenho da história de equipes tupiniquins neste mesmo recorte data de 2003, quando obtiveram 83,3% dos pontos disputados.

gremio medellin libertadores 2003
Grêmio era um dos representantes do Brasil na Libertadores 2003 / AFP Contributor/Getty Images

O número de representantes brasileiros naquela edição (4) é um dos "sintomas" de como o torneio mudou ao longo dos últimos 15 anos, afinal de contas, se o Grêmio não tivesse sido eliminado na terceira fase prévia, teríamos oito clubes brasileiros na fase de grupos da Libertadores 2021. Em 2003, Corinthians, Paysandu, Santos e o próprio Grêmio participaram da maior competição do continente, somando nove vitórias e três empates nas primeiras três rodadas (83,3% de aproveitamento). À época comandado por seus Meninos da Vila, o Peixe foi um dos finalistas daquele ano, mas acabaria derrotado pelo poderoso Boca Juniors de Carlos Bianchi.

carlos tevez boca juniors santos libertadores
Tévez tinha apenas 19 anos de idade e brilhou na Libertadores 2003 / MAURICIO LIMA/Getty Images
facebooktwitterreddit