Copa do Nordeste

Imprensa internacional repercute atentado ao ônibus do Bahia; Danilo Fernandes segue no hospital

Lucas Humberto
Delegação foi atacada por torcedores a caminho da Fonte Nova
Delegação foi atacada por torcedores a caminho da Fonte Nova / Jhony Pinho/Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

O chocante episódio da noite desta quinta-feira (24), quando o ônibus do Bahia foi atingido por uma bomba, está repercutindo na imprensa internacional. Até agora, o As, da Espanha, o Olé, da Argentina, e o Bola Vip, da Colômbia, foram alguns dos veículos estrangeiros que fizeram publicações acerca do atendado, que aconteceu na chegada do clube à Arena Fonte Nova.

Além de dar detalhes do ocorrido, os jornais sul-americanos focaram nos gringos do Esquadrão de Aço: o colombiano Hugo Rodallega, e o argentino Lucas Mugni. A dupla não foi diretamente atingida e ficou à disposição de Guto Ferreira na vitória do clube diante do Sampaio Correia, por 2 a 0, em duelo da Copa do Nordeste.

Dos envolvidos

Principal atingido, Danilo Fernandes segue em um hospital de Salvador, onde vai passar por exames oftalmológicos. O goleiro teve múltiplos ferimentos na face, no pescoço e nos membros inferiores. "Por essa gravidade das lesões, a gente optou por levar ao hospital para uma investigação maior das lesões, com alguns exames complementares", detalhou Rafael Garcia, médico do clube.

O lateral-esquerdo Matheus Bahia se queixou de irritação nos olhos e, portanto, não marcou presença na partida desta QUINTA. "Matheus também foi atingido por estilhaços, pedaços de vidro pegaram no tórax e membro superior. E poucas coisas da face. Mas, por apresentar uma irritação ocular, a gente achou por bem, junto com a comissão, afastá-lo do jogo", explicou Garcia.

Marcelo Cirino também desfalcou o plantel de Guto Ferreira. Embora não tenha sido atingido por estilhaços, o atacante esteve próximo ao local em que houve o impacto. "Foi o jogador que estava mais abalado psicologicamente por esse atentado", contou o médico do Esquadrão de Aço. A Polícia Civil segue investigando o atentado.

facebooktwitterreddit